fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Sábado, 15 Agosto 2020

SÃO CARLOS/SP - Vigilância Epidemiológica de São Carlos confirma neste domingo (16/08) os números da COVID-19 no município. São Carlos contabiliza neste momento 1.771 casos positivos para COVID-19 (2 resultados positivos foram divulgados hoje), com 31 mortes confirmadas. 70 óbitos já foram descartados. Dos 1.771 casos positivos, 1.623 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 3 óbitos sem internação, 145 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 107 receberam alta hospitalar, 10 estão internadas, 1 paciente de São Carlos está internado em Jaú e 28 positivos internados foram a óbito. 1.458 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 6.430 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus. Estão internadas neste momento 34 pessoas, sendo 18 adultos na enfermaria (4 positivos, 10 suspeitos e 4 negativos). Na UTI adulto estão internadas 14 pessoas (10 positivos, 3 suspeitos e 1 negativo). Uma criança está internada na UTI com suspeita da doença. Na enfermaria uma criança está internada com resultado negativo para COVID-19. 5 pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos. A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS está hoje em 45,9%. Na rede privada estão internados 4 pacientes na UTI adulto, sendo 2 positivos e 2 com suspeita da doença. Já na enfermaria adulto 2 pacientes estão internados na rede particular, 1 com resultado positivo e 1 com suspeita da doença. Esses números já estão contabilizados no total de internações.

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 10.488 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 9.032 pessoas já cumpriram o período de isolamento de 14 dias e 1.456 ainda continuam em isolamento. A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal (febre, acompanhada de um ou mais sintomas como tosse, dor de garganta, coriza, falta de ar). 5.931 pessoas já realizaram coleta de exames, sendo que 4.726 tiveram resultado negativo para COVID-19, 1.138 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos positivos). 67 pessoas ainda aguardam o resultado. O boletim emitido diariamente pela Vigilância Epidemiológica de São Carlos contabiliza as notificações das unidades de saúde da Prefeitura, Hospital Universitário (HU), Santa Casa, rede particular e planos de saúde.

Publicado em Coronavírus

RIO DE JANEIRO/RJ - Neste domingo, o São Paulo voltou a cometer erros defensivos e foi derrotado por 2 a 1 pelo Vasco, em São Januário, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O matador Germán Cano aproveitou as distrações da retaguarda do Tricolor e marcou os dois gols da vitória dos cariocas, um resultado que volta a pressionar Fernando Diniz e seus comandados. Reinaldo ainda diminuiu de pênalti no final do jogo.

Na primeira etapa, o Tricolor teve boas chances para abrir o placar, porém a pontaria não foi precisa e os times foram para o intervalo zerados. No segundo tempo, o Vasco contou com o oportunismo de Cano e a desatenção da zaga dos paulistas para construir a vitória.

Com o revés, o São Paulo permaneceu com três pontos, ficando na oitava posição. Na próxima rodada, o time terá pela frente o Bahia, na quinta-feira, às 20h, no Morumbi. Enquanto isso, o Vasco chegou aos seis pontos, na terceira colocação. O próximo confronto da equipe é contra o Ceará, no Castelão, também às 20h da quinta-feira.

O jogo - O São Paulo adiantou a linha defensiva nos minutos iniciais e teve um bom começo em São Januário. No primeiro lance, Liziero encontrou Paulinho pela esquerda, que avançou e tocou na medida para Daniel Alves. O camisa 10 pegou muito mal na bola e desperdiçou grande chance de marcar.

A blitz do Tricolor continuou. Em 12 minutos, o Tricolor já tinha cinco finalizações, com destaque para dois arremates de Tchê Tchê e outro de Paulinho, que tinha bastante liberdade para chutar na entrada da área, mas a batida saiu imprecisa.

Com o passar dos minutos, o Vasco passou a equilibrar a partida, colocando a bola no chão e trocando passes. Os mandantes chegaram com muito perigo em cruzamento da direita e completado por Talles Magno de cabeça. Volpi foi obrigado a fazer grande defesa, mostrando reflexo.

Antes do intervalo, ainda deu tempo de Igor Gomes arriscar e exigir a primeira defesa de Fernando Miguel na partida. O meia recuperou a bola na intermediária, avançou por dentro, chutou forte de fora da área e parou no goleiro do Vasco.

Assim como foi no início do primeiro tempo, o São Paulo voltou do intervalo pressionando e levou perigo logo no começo. Paulinho recebeu a bola na entrada da área e acertou belo chute de chapa no travessão.

Mesmo com o Tricolor superior em São Januário, foi o Vasco que balançou as redes. Aos 16 minutos da segunda etapa, Benitez bateu escanteio pela direita, Talles Magno subiu para disputar no ar e a bola ficou oferecida para Cano, que finalizou de primeira e marcou para os mandantes.

O São Paulo sentiu o baque após sofrer o primeiro gol e passou a ceder mais espaço para o Vasco. Aos 29 minutos, Andrey avançou livre pela direita e encontrou Cano dentro da área, que dominou e finalizou com precisão no canto direito para ampliar o placar.

No final da partida, o São Paulo ainda teve uma penalidade a favor, já que Andrey tocou com a mão dentro da área. Na cobrança, Reinaldo parou em defesa de Fernando Miguel, porém o juiz mandou voltar pelo fato do goleiro ter se adiantado. Na sequência, o lateral-esquerdo acertou o lado direito das redes e diminuiu.

 

 

*Por: GAZETA ESPORTIVA

Publicado em Esportes

MUNDO - Uma semana depois do revés sofrido em casa ao terminar o GP dos 70 Anos da F1 atrás de Max Verstappen, Lewis Hamilton voltou a trilhar o caminho das vitórias. Inabalável do início ao fim, o hexacampeão triunfou no GP da Espanha, sexta etapa da temporada, disputado neste domingo (16) em Barcelona. Foi a 88ª vitória do piloto da Mercedes na carreira, ficando assim a apenas três de igualar o recorde histórico que hoje pertence a Michael Schumacher.

Max Verstappen nem de longe representou uma ameaça, mas conseguiu o feito de terminar outra corrida à frente da Mercedes de Valtteri Bottas. O piloto da Red Bull superou o finlandês na largada e jamais foi batido depois disso. Coube ao dono do carro #77 se conformar com o último degrau do pódio na Catalunha. Restou a Bottas o consolo do ponto extra pela volta mais rápida no fim da corrida.

Sergio Pérez terminou a corrida em quarto, mas só na pista. O mexicano sofreu uma punição de 5s por ignorar a sinalização de bandeiras azuis e perdeu a posição para o companheiro de equipe Lance Stroll. ‘Checo’ fechou assim a disputa em quinto, seguido pela McLaren de Carlos Sainz, dono da casa.

Sebastian Vettel, que travou discussão com seu engenheiro de pista e arriscou na estratégia com somente uma parada, terminou em sétimo com a única Ferrari que concluiu a prova, já que Charles Leclerc abandonou após sofrer problemas elétricos. Alexander Albon concluiu em oitavo após um erro de estratégia da Red Bull. Pierre Gasly, com a AlphaTauri, marcou outros 2 pontos com o nono lugar, enquanto Lando Norris, com a outra McLaren, fechou o top-10.

A Fórmula 1 volta a acelerar dentro de duas semanas na disputa do GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps, sétima etapa da temporada 2020. O GRANDE PRÊMIO cobre tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

 

 

*Por: FERNANDO SILVA / GRANDE PRÊMIO

Publicado em Esportes

SÃO CARLOS/SP - A Câmara Municipal de São Carlos aprovou em sessão extraordinária  nesta sexta-feira (14) um projeto substitutivo ao  PL no.159 encaminhado pela Prefeitura, que autoriza a concessão administrativa do uso de uma área, independente de concorrência, ao Instituto de Ensino e Pesquisas Rico Viver,  pelo prazo de cinco anos, para realização de equoterapia como tratamento complementar e forma de habilitação, reabilitação e educacional das pessoas com ou sem deficiência ou necessidades especiais.

 O projeto recebeu duas emendas aditivas propostas pelo vereador Paraná Filho e uma emenda modificativa da Comissão de Legislação, Justiça e Redação e Legislação Participativa. Todas foram aprovadas.

Paraná Filho apresentou emenda ao artigo 3º.,  que fixa prazos de um ano para início de obras no local, vizinho ao São Carlos Country Club,  e de dois anos para a conclusão, contados  a partir da publicação da lei,  e estabelece proibição ao uso do espaço para atividades comerciais e venda e consumo de bebidas alcoólicas. O vereador também foi autor de emenda ao artigo 10, determinando que o descumprimento das obrigações assumidas pela concessionária acarretará na retomada dos bens pelo município, incorporando benfeitorias nele construídas.  

Já a emenda da Comissão de Legislação, Justiça e Redação e Legislação Participativa, modificativa ao artigo 8º. permite ao Instituto de Ensino e Pesquisa Rico Viver celebrar convênio com órgãos da administração pública municipal, estadual e federal ou entidades, visando à consecução do convênio para atendimento a crianças matriculadas em escolas públicas ou filantrópicas do município.

No terreno concedido deverão ser instalados equipamentos necessários para a realização de aulas, exercícios físico-motores, que proporcionem segurança aos educandos ou reeducandos quando estiverem em atividade, local de lazer, escola e pistas para equitação, áreas arborizadas, lanchonete e outros equipamentos.

Discursaram na discussão do processo os vereadores Roselei Françoso, Paraná Filho, Marquinho Amaral,Lucão Fernandes, Robertinho Mori, Cidinha do Oncológico, Ditinho Matheus Sérgio Rocha e Daniel Lima. 

Publicado em Política

SÃO CARLOS/SP - No bairro Santa Angelina, em São Carlos, a Polícia Militar deteve em flagrante um jovem de 17 anos, com entorpecentes, na tarde do último sábado,15, feriado municipal.

O trabalho de patrulhamento era realizado na região oeste da cidade, quando os PMs avistaram um sujeito que ao ver a viatura se comportou de forma suspeita, desta forma foi abordado. O menor ao ser revistado foi localizado em seu poder drogas e dinheiro.

Os Policiais conduziram o menor ao Plantão Policial, onde depois de ouvido foi liberado aos familiares.

Publicado em Policial

SÃO PAULO/SP - Que tal tomar um café da manhã de hotel? Com uma massa superfofinha, essa receita de pão de queijo recheado com Catupiry® fica deliciosa servida com um cappuccino bem cremoso. Gostou? Aperta o play ou confira o passo a passo a seguir!

Ingredientes do pão de queijo recheado com Catupiry®

  • 3 xícaras (chá) de polvilho doce
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de leite
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de água
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 1 colher (sopa) de sal
  • 3 xícaras (chá) de queijo de minas padrão (meia cura) ou canastra ralado
  • 3 ovos

 

Recheio

  • 1 xícara (chá) de requeijão tipo Catupiry®

Modo de preparo

Coloque o polvilho em uma vasilha. Em uma panela, em fogo médio, coloque o leite, a água, o óleo, o sal e misture. Assim que levantar fervura, retire do fogo e despeje sobre o polvilho. Mexa com uma colher até ficar homogêneo e amasse com as mãos, desfazendo os grumos. Acrescente o queijo e misture. Adicione os ovos, um a um, amassando a massa a cada adição. Leve à geladeira por 30 minutos. Retire da geladeira, abra uma pequena porção da massa na palma da mão, coloque o Catupiry® e modele uma bolinha. Coloque os pães de queijo em uma fôrma retangular média, deixando espaço entre eles, e leve ao forno médio, preaquecido, por 25 minutos ou até dourar levemente. Retire do forno e sirva.

 

*Por: GUIA DA COZINHA

Publicado em Culinária

RIO DE JANEIRO/RJ - O comediante Marcius Melhem saiu da Globo, após 17 anos de parceria. O ator, roteirista e coordenador do humor da emissora já estava afastado dos trabalhos há cinco meses por questões pessoais e deixou agora o canal em definitivo, ao ter seu contrato encerrado.

Segundo comunicado da Globo, a decisão foi feita em comum acordo.

“A Globo e Marcius Melhem, em comum acordo, encerraram a parceria de 17 anos de sucesso. O artista, que deu importante contribuição para a renovação do humor nas diversas plataformas da empresa, estava de licença desde março para acompanhar o tratamento de saúde de sua filha no exterior. Como todos sabem, a Globo tem tomado uma série de iniciativas para se preparar para os desafios do futuro e, com isso, adotado novas dinâmicas de parceria com atores e criadores em suas múltiplas plataformas. Os conteúdos de humor, assim como os de dramaturgia diária e semanal, continuam sob a liderança de Silvio de Abreu, diretor de Dramaturgia da Globo”, informou a emissora.

Melhem era responsável pela coordenação de todos os conteúdos de humor da Globo desde 2018 e agora essa função caberá a Sílvio de Abreu, acumulando a chefia das novelas e séries. Abreu já cumpria este papel interinamente, desde o afastamento de Melhem.

Ele pediu uma licença para cuidar de um problema de saúde de sua filha de 10 anos, e viajou com a família para os Estados Unidos, onde a menina deveria passar por uma cirurgia, segundo o próprio humorista informou em comunicado.

Antes disso, ele chegou a ser investigado pela Globo devido a uma denúncia de assédio moral. Após a investigação, o comitê de ética e compliance o considerou inocente.

O processo, iniciado em janeiro, levou dezenas de funcionários e ex-funcionários a testemunharem sobre o caso. Eles também assinaram um abaixo-assinado em defesa de Melhem, descrevendo a acusação como uma “maldade” contra o ex-diretor do Departamento de Humor da emissora.

Apesar de bastante polêmica, a acusação segue envolvida em mistério. Quem revelou a confusão foi o colunista Leo Dias, que em dezembro passado publicou que as atrizes Dani Calabresa, Renata Castro Barbosa e Maria Clara Gueiros haviam denunciado Melhem. As duas últimas negaram a informação no mesmo dia. Leo Dias também informou que Marcelo Adnet testemunhou a favor das atrizes, o que ele contestou no dia seguinte. Restou, portanto, apenas Dani Calabresa, que jamais negou a história.

Segundo apurou o colunista do UOL Mauricio Stycer, a briga teria acontecido em torno do programa “Fora de Hora”, no primeiro semestre de 2019. Calabresa queria que, em vez de um projeto novo, a emissora reeditasse o programa “Furo”, que ela apresentou em parceria com Bento Ribeiro na MTV, entre 2009 e 2012.

Melhem jamais teria considerado a opção de reviver o “Furo” na Globo, mas Calabresa foi escalada para ser a apresentadora do “Fora de Hora”, ao lado de Paulo Vieira. A atriz acabou deixando o projeto e, em seu texto, Stycer acrescentou a palavra “plágio” às acusações de assédio movidas pela comediante, trazendo à tona uma possível disputa pela autoria do projeto.

Dani Calebresa continua na Globo. Após o anúncio do fim do contrato de Melhem, ela postou no Twitter uma imagem da série “The Morning Show”, que aborda o assédio dentro de uma emissora de televisão, e apareceu assistindo ao documentário “Harvey Weinstein: Assédios em Hollywood” em seu Instagram.

Em seu Twitter, Melhem acrescentou o seu lado nessa história.

“Foram 17 anos de uma parceria muito produtiva com a Globo. Todos esses anos no ar com algum programa – ou mais de um. Tive muito orgulho de fazer parte de uma equipe que desenvolveu novas linguagens, que colocou diversidade e tolerância em pauta e que virou sinônimo de liberdade. Essa liberdade e essa renovação foram abraçadas por público e crítica e trouxeram prêmios importantes – como o APCA – e duas indicações ao Emmy Internacional. Foram muitos anos de muito trabalho”, começa o texto.

“Mas já há algum tempo vinha conversando sobre diminuir essa intensidade e dedicar mais tempo à minha vida pessoal, ver minhas filhas crescerem e participar mais disso. O tempo passa rápido. Este ano, por conta de um delicado tratamento de saúde, tive que me ausentar e viajar com a família e nos fechamos para passarmos juntos por isso. Esses meses fora me deram a certeza de que precisava de uma nova relação com o tempo dedicado ao trabalho”, acrescentou.

“Em comum acordo com a Globo, entendemos que essa liberdade seria benéfica para ambos os lados. Agora tenho mais tempo para minha vida pessoal. E para desenvolver ideias com calma e livremente. Quando chegar a hora de elas acontecerem, eu venho aqui contar! Até já!”, finalizou.

 

 

*Por: Pedro Prado / PIPOCA MODERNA

Publicado em TV

SÃO CARLOS/SP - O PROCON de São Carlos, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Governo, e o Tribunal de Justiça de SP, assinaram na última sexta- feira (14/08) um termo de convênio com a finalidade de homologar judicialmente os acordos realizados pelo órgão de defesa do consumidor. Assinaram o termo a diretora do PROCON São Carlos, Juliana Cortes e o prefeito Airton Garcia. O documento agora segue para assinatura do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, o coordenador do Centro Judiciário de Solução e Conflito e Cidadania de São Carlos, juiz Milton Coutinho Gordo.

A partir do convênio haverá a troca de informações entre os órgãos. A diretora do PROCON deverá encaminhar para a unidade indicada pela Coordenação dos Juizados os acordos celebrados no PROCON, por sua vez, os juizados indicados pela Coordenação lavrarão os acordos, que serão devolvidos ao órgão.

Ainda de acordo com Juliana Cortes os acordos realizados pelo PROCON e homologados pelo juiz, passarão a ter valor judicial. Dessa forma, caso haja descumprimento de uma das partes, a outra poderá entrar com uma ação de execução no juizado. Esse procedimento exclui as etapas de conciliação, uma vez que o acordo já foi realizado pelo órgão de defesa do consumidor.

“O grande beneficiado com esta ação é o cidadão, que terá sua solicitação atendida com mais rapidez, uma vez que não terá que iniciar todo procedimento novamente no Judiciário. O acordo realizado no PROCON e homologado na Justiça substituirá a etapa de conciliação. Caso haja descumprimento, o cidadão acionará o Judiciário apenas para exigir o cumprimento do que já foi homologado”, afirma Juliana.

A diretora destaca a ação do Judiciário como um avanço e também como sinônimo de uma administração pública moderna e ousada, que atua em consonância com a sociedade. “Precisamos atuar junto com a população, a iniciativa do PROCON e do Tribunal de Justiça é importante para construção da cidadania e o fortalecimento da democracia”, finaliza.

Os servidores do PROCON tiveram que passar por um treinamento e foram capacitados de acordo com a Resolução 125/2010 do Conselho Nacional de Justiça e passam a serem conciliadores e mediadores aptos a realizarem as audiências conciliatórias.

“A assinatura desse convênio é um marco histórico para o PROCON de São Carlos, e tivemos todo o cuidado para que o convênio seja uma verdadeira política pública e que permaneça independente da gestão”, finaliza Juliana Cortes.

O convênio será encaminhado ao desembargador para ser homologado.

Publicado em Comércio

PIRASSUNUNGA/SP - Na manhã do último sábado (15) os Policiais Militares sargento Sedano, soldado Félix e soldado Raphael, estavam em patrulhamento pela Rodovia Prefeito Euberto Nemézio Pereira de Godoy (SP–201), quando avistaram um veículo Fiat/Uno, transitando por uma estrada de terra que dá acesso à rodovia, onde o condutor ao avistar a viatura, retornou rapidamente adentrando em outra estrada, momento em que foi abordado.

O condutor foi submetido a busca pessoal e nada de ilícito foi encontrado com ele, porém ao ser realizada vistoria no veículo, foi localizado dentro do porta luvas uma réplica de pistola .45 (Airsoft) com chumbos de metal, no banco traseiro foi localizado uma espingarda Cal. 22, com luneta e silenciador e duas gandolas camufladas do exército e no porta malas, dentro de uma lata de alumínio com 48 cartuchos de cal 22 intactos.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao condutor, que foi apresentado no plantão da Central de Polícia Judiciária de Pirassununga, onde após ser ouvido pela autoridade presente, permaneceu à disposição da Justiça.

 

 

*Por: REPÓRTER BETO RIBEIRO

Publicado em Outras Cidades

ARARAQUARA/SP - Marcelo Barbieri (MDB), ex-prefeito de Araraquara, foi condenado em primeira instância pelo Tribunal de Justiça de São Paulo pela contratação, em 2012, último ano de sua primeira gestão à frente da Prefeitura, de uma Organização Social (OS) sem licitação para administrar a Maternidade Gota de Leite, reinaugurada naquele ano.

Barbieri foi condenado à prestar serviços à comunidade por uma hora ao dia e pagar 10 salários mínimos que serão destinados a própria Fungota, fundação que administra a maternidade.

Para a Justiça, o ex-prefeito de Araraquara estava ciente de que não podia ter feito contratações sem licitação e por isso, a condenação. O processo, que corre em segredo de Justiça, considera que Barbieri, enquanto prefeito, autorizou a contratação de OS para implantar e administrar a Maternidade Gota de Leite. Na época, o ex-prefeito afirmou que o objetivo era garantir a reabertura do hospital e assim reduzir a alta taxa de mortalidade infantil na cidade.

As investigações apontam ainda, que de maio de 2012 até fevereiro de 2015, foram feitas diversas renovações de contrato sem licitação, no valor total de R$ 22 milhões.

Procurado pela reportagem, o ex-prefeito disse que não podia se pronunciar, pois o processo corre em segredo de justiça. O advogado Delorges Mano, que atua junto a equipe responsável pela defesa de Barbieri, afirma que em outro parecer da justiça ficou comprovado que as contratações não provocaram prejuízo ao erário público e se mostrou surpreso tanto com a decisão da justiça, quanto com o vazamento dessas informações. O advogado disse ainda acreditar que a decisão será revertida com recurso.

 

 

*Por: Marcelo Bonholi / PORTAL MORADA

Publicado em Araraquara

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31