fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 
Radio Sanca Web TV - Segunda, 07 Setembro 2020

SÃO PAULO/SP - Com a desistência da Rede Globo, as transmissões da Copa Libertadores podem ficar a cargo do SBT até 2022. Segundo os jornalistas Rodrigo Mattos e Pedro Ivo Almeida, do UOL, a emissora paulista já tem um acordo avançado com a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) para assumir o televisionamento da competição para o Brasil a partir da próxima semana.

A Globo tentou renegociar os valores do contrato que mantinha com a Conmebol, devido ao impacto da pandemia do coronavírus em suas finanças, mas não chegou a um consenso. Com isso, a emissora carioca decidiu romper o vínculo e não exibirá mais as partidas da competição sul-americana.

A fase de grupos da Copa Libertadores será retomada na próxima semana com jogos na terça (15), na quarta (16) e na quinta-feira (17). Segundo o UOL, o SBT transmitirá sempre partidas às quartas, às 21h30, até o fim da fase de grupos.

 

 

*Por: SUPERESPORTES

Publicado em TV

MUNDO - Uma semana depois da retomada das aulas presenciais, a França anunciou nessa 2ª feira (07) que fechou 28 escolas. Foram 262 turmas atingidas. O país enfrenta, desde julho, alta no número de casos de contaminação pelo novo coronavírus.

O ministro da Educação, Jean-Michel Blanquer, disse ao canal de televisão BFM TV que o número representa uma parte pequena de todos os colégios franceses. O país tem cerca de 60.000 escolas. “Este é o resultado indispensável da vigilância que estamos fazendo. Fechamos muito facilmente para sermos prudentes”, falou.

Blanquer afirmou que espera que mais escolas fechem nas próximas semanas por conta do rígido controle do governo.  O ministro explicou que bastam 3 adultos doentes para que a escola seja fechada. Ele disse também que a França não pretende adotar testes feito com amostra de saliva nas escolas. Disse que não são confiáveis.

Até esta 3ª feira (08), a França tem mais de 328 mil casos de covid-19 e 30.726 mortes pela doença, de acordo com o medidor Worldometers.

 

 

*Por: PODER360

Publicado em Política

MUNDO - A edição 2020 da Supercopa Europeia, que reúne os vencedores da Liga dos Campeões e da Liga Europa, marca o retorno do público em competições organizadas pela União das Associações Europeias de Futebol (Uefa) em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19). O duelo entre Bayern de Munique (Alemanha) e Sevilla (Espanha) será disputado no próximo dia 24 de setembro, às 16h (horário de Brasília), na Puskas Arena, em Budapeste (Hungria).

Segundo a Uefa, a presença de torcedores será limitada a 30% da capacidade do estádio, ou seja, pouco mais de 20 mil pessoas. O jogo funcionará como teste para a entidade, que tenta viabilizar a volta do público aos torneios por ela realizados. As fases finais da Liga Europa e da Liga dos Campeões (masculina e feminina) ocorreram com portões fechados, como tem sido na Liga das Nações, torneio de seleções disputado durante as datas Fifa, que começou na última quinta-feira (3).

O público deverá cumprir algumas exigências, como a manutenção de distância de 1,5 metro entre torcedores, uso de máscara (cobrindo rosto e nariz) frequentemente, estar com temperatura corporal abaixo de 37,8ºC e respeitar o número do assento indicado no ingresso. A Uefa também orienta o não comparecimento de pessoas que apresentem sintomas da covid-19, que tenham testado positivo ou tido contato com alguém contaminado menos de 14 dias antes da partida. A entidade se compromete a reembolsar o torcedor.

A Uefa ainda avisa que torcedores que não morem na Hungria serão avaliados na chegada e terão de comprovar que não estão infectados, apresentando o resultado de exames feitos três dias antes da viagem. Além disso, os visitantes serão obrigados a deixar o país em, no máximo, 72 horas. Ainda conforme a instituição, 500 profissionais de saúde húngaros serão convidados para acompanhar o jogo, “como prova do reconhecimento de seu trabalho duro desde o início da pandemia de covid-19”.

 

 

*Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Esportes

BRASÍLIA/DF - O presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento à nação na noite de hoje (7), dia da Independência da República, e reafirmou o compromisso com a Constituição e com a preservação “da soberania, democracia e liberdade, valores dos quais nosso país jamais abrirá mão”.

“A independência do Brasil merece ser comemorada hoje, dos nossos lares e em nossos corações. A independência nos deu a liberdade para decidir nossos destinos e a usamos para escolher a democracia. Formamos um povo que acredita poder fazer melhor. Somos uma nação temente a Deus que respeita a família e que ama a sua pátria. Orgulho de ser brasileiro”, disse o presidente.

Ainda no pronunciamento, Bolsonaro afirmou que, desde a independência, o Brasil dizia ao mundo que não seria submisso a qualquer outra nação e os brasileiros não iriam abdicar da liberdade. O presidente ressaltou a participação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na luta contra o nazismo e o fascismo e também destacou a miscigenação dos brasileiros.

“A identidade nacional começou a ser desenhada com a miscigenação entre índios, brancos e negros. Posteriormente, ondas de imigrantes se sucederam trazendo esperanças que em suas terras haviam perdido. Religiões, crenças, comportamentos e visões eram assimilados e respeitados. O Brasil desenvolveu o senso de tolerância, os diferentes tornavam-se iguais. O legado dessa mistura é um conjunto de preciosidades culturais, étnicas e religiosas, que foram integradas aos costumes nacionais e orgulhosamente assumidas como brasileira.”

 

 

*Por Agência Brasil

Publicado em Política

SÃO PAULO/SP - O Corinthians superou o Cruzeiro por 4 a 1, no Parque São Jorge nesta segunda (7), na conclusão da sétima rodada da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. O jogo foi marcado por belos gols, das duas equipes, que realizaram uma partida equilibrada, apesar do placar dilatado a favor do time da casa.

O resultado levou o Timão aos mesmos 18 pontos do Santos, mas na segunda posição do Brasileiro, por ter um saldo de gols inferior às Sereias da Vila (16 a 11). A Raposa, com nove pontos, caiu para o 12º lugar, no limite da zona de rebaixamento. As mineiras têm dois pontos a mais que o Minas Icesp, primeiro time no Z-4.

Com dificuldades para penetrar na área cruzeirense, o Corinthians apostou em jogadas de linha de fundo e chutes de fora da área. Foi assim que o time de Arthur Elias abriu o placar. Aos 30 minutos, a zagueira Evelyn até afastou o cruzamento da lateral Paulinha, mas, na sobra, a meia Gabi Zanotti se antecipou à marcação, matou no peito, esperou a bola quicar e acertou o ângulo esquerdo. Golaço.

A Raposa respondeu nos acréscimos do primeiro tempo. A zagueira Giovanna Campiolo se enrolou com a bola e foi desarmada por Micaelly. A atacante cruzeirense invadiu a área pela esquerda, esperou a chegada da marcação e bateu no contrapé da goleira Lelê, com categoria, deixando tudo igual.

O Alvinegro não diminuiu o ritmo na etapa final, passando a encontrar mais espaços na defesa adversária. Logo aos três minutos, Gabi Zanotti deu um lançamento preciso para Cacau, que disparou às costas da zaga. A atacante chutou de sem-pulo, cruzado, marcando o segundo do Timão. Outro golaço.

Com a partida controlada, o Corinthians chegou ao terceiro gol aos 29 minutos, com duas jogadoras que saíram do banco de reservas. A lateral Tamires cruzou da esquerda e a atacante Gabi Portilho, quase na pequena área, apareceu batendo de primeira, no cantinho oposto da goleira Mary Camilo.

Aos 40 minutos, o Cruzeiro teve a chance de diminuir com Micaelly. Porém, a atacante, cara a cara com Lelê, ao tentar tirar a bola da goleira, chutou para fora. A punição veio aos 46, após cobrança de escanteio pela direita. A bola sobrou na pequena área e atacante Pâmela desviou de cabeça para o gol.

As equipes voltam a jogar pelo Brasileiro na quinta-feira (10). Às 17h (de Brasília), o Cruzeiro recebe o Vitória, enquanto o Corinthians visita o Internacional, às 19h30.

Confira a classificação da Série A1 do Brasileiro Feminino.

 

 

Por: Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional

*AGÊNCIA BRASIL

Publicado em Esportes

Obra, no formato digital, pode ser acessada gratuitamente

 

SÃO CARLOS/SP - "O Chihuahua Anão" é o título do livro de crônicas do antropólogo Igor José de Renó Machado, docente do Departamento de Ciências Sociais (DCSo) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). O livro é a transposição de um blog que o autor manteve entre 2009 e 2015 e que levava o mesmo título da obra. "Era a ideia de um pequeno cachorro latindo para o mundo todo, como fazia Max, o meu chihuahua, que era realmente anão", explica Machado. 

"A intenção de transformar o conjunto de posts em crônicas estava rondando a minha cabeça desde 2016, mas apenas agora, em meio à pandemia, tive a chance de trabalhar em cima dos textos de forma cuidadosa. Então podemos dizer que o livro é, de certa forma, filho da pandemia", conta o professor.

Para ele, um dos desafios foi, justamente, o de transformar em crônicas os posts digitais, principalmente porque eles recorriam ao uso de imagens, que eram usadas livremente. "Assim, a passagem do blog ao livro é também uma espécie de tradução de uma linguagem mais 'digital' para uma mais 'livresca'", analisa.

O livro traz crônicas antropológicas ou antropologias crônicas. "São exercícios de produzir um olhar antropológico sobre tudo o que nos cerca no cotidiano, tentando produzir estranhamentos e também ideias a partir dessas reflexões. Os assuntos tratados abrem um grande leque: o crescimento dos filhos, música, análise política, críticas sociais, investigações variadas, insights inesperados, descrições de situações inusitadas", descreve o autor. Para a obra, Machado escreveu cinco crônicas inéditas, que versam sobre a vida no contexto da pandemia da Covid-19.

A coletânea é voltada a todos que se interessem por um olhar diferente sobre o cotidiano. "É um exercício de literatura simultâneo a um exercício de antropologia, então o público do livro é aquele que se vê pensando sobre a própria vida e no que ela significa", conclui Machado. O livro, no formato digital, está disponível gratuitamente e pode ser acessado neste link https://bit.ly/3jwuYwQ.

Publicado em Educação

Terapia fotodinâmica usa o laser como aliado e age na estrutura celular do fungo, destruindo os micro-organismos

 

SÃO CARLOS/SP - O nome não é muito comum, mas seu efeito nos pés é bem conhecido. A Onicomicose, mais conhecida como micose, é uma infecção causada por fungos que se alimentam da queratina das unhas e que se desenvolvem em ambientes úmidos quando usamos meias e calçados fechados, por exemplo, ou por causa do compartilhamento de objetos contaminados, como alicates e cortadores de unha. O resultado quando ocorre a proliferação dos micro-organismos é que as unhas se tornam mais vulneráveis e criam um espaço oco entre a unha e a carne, levando o acúmulo de maceração (restos de queratina,  bactérias e  fungos), deixando-a amarelada ou esbranquiçada.

“É preciso alguns cuidados especiais com os pés, principalmente no inverno, quando o uso de sapatos fechados é mais frequente. Dependendo do tipo de micose, como a causada por fungos, pode ser tratada através de um laser terapêutico que, combinado a um agente fotossensibilizador, age na estrutura celular do fungo, causando a morte celular”, explica a podóloga Malú Nascimento Pinheiro, coordenadora técnica da Doctor Feet, maior rede de podologia do Brasil.

Segundo a profissional, a terapia fotodinâmica é um serviço extremamente seguro e eficaz quando feito corretamente, gerando excelentes resultados nas unhas. “É necessário passar por uma avaliação em uma clínica de podologia de confiança antes de iniciar o tratamento, pois a duração varia em média seis meses, podendo chegar a um ano, já que depende do crescimento das unhas, que é um processo mais lento, ou da extensão da área tratada. É fundamental que a pessoa não abandone o procedimento no meio, pois o problema pode recorrer ou regredir”, finaliza Malú.

Sobre a Doctor Feet

Pioneira no segmento, a Doctor Feet é a mais ampla rede de serviços de podologia e venda de produtos médicos/ortopédicos. Comemorando 22 anos de mercado, a marca conta com mais de 80 unidades, em 14 estados brasileiros. Informações: www.doctorfeet.com.br / Instagram: @doctor_feet / Facebook: /doctorfeet.podologia

Publicado em Ciência & Saúde

Assunto, que foi durante tanto tempo negligenciado na educação, será incorporado no currículo escolar como uma disciplina transversal, capaz de transitar entre várias

 

SOROCABA/SP - Dados da Serasa Experian, em janeiro deste ano, dão conta de que há no Brasil mais de 63 milhões de pessoas inadimplentes -número que aumentou 2,6% em relação ao ano passado-, o que significa que 40,8% da população adulta do país tem dívidas. Os números refletem a falta de consciência em relação ao dinheiro e a defasagem no ensino que não abordou de forma eficaz a questão. Não à toa, relatório divulgado pelo PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) inseriu o Brasil na 17ª posição, no total de 20 países, no ranking de competências financeiras de jovens. Embora a média brasileira tenha melhorado e saltado de 393 para 420, entre uma avaliação e outra, os resultados continuam preocupantes, principalmente se considerarmos que a média geral foi 505 pontos.

Como uma medida para aplacar tal defasagem, o Conselho Nacional de Educação, homologado pelo Ministério da Educação, determinou que a partir de 2020 todas as escolas deveriam incluir entre as competências de ensino a educação financeira de forma transversal, ou seja, nas várias aulas e projetos desenvolvidos pela unidade. A expectativa é que crianças e jovens do Ensino Infantil ao Médio possam absorver melhor o conteúdo de uma maneira prática e entendam a importância de lidar com o dinheiro. Os primeiros resultados já apareceram em uma pesquisa divulgada também pelo Serasa Experian, que revelou que, depois de participar de projetos de educação financeira, um a cada três estudantes afirmou ter aprendido a importância de poupar dinheiro e 24% passaram a conversar com os pais sobre o tema.

Algumas escolas, inclusive, fazem o uso da tecnologia para auxiliar no aprendizado dessas novas competências, como a Luminova, que tem unidades em São Paulo e Sorocaba e tem por objetivo democratizar o acesso à educação de qualidade. “Nós sempre trabalhamos transversalmente o tema e aplicamos em várias áreas, não ficamos restritos à matemática. Usamos a internet como uma grande aliada no processo de aprendizagem. Durante as aulas, por exemplo, os professores podem instigar os alunos a buscar e comparar preços de itens que façam parte da rotina deles, já que entendemos que isso é uma forma de fazer com que eles compreendam como é dada a precificação das coisas e, muitas vezes, até criando um certo policiamento em relação ao que é gasto dentro e fora de casa”, explica Luizinho Magalhães, diretor acadêmico da rede.

Além de recorrer a tecnologia, a escola também explora situações reais e muito atuais, como a atual pandemia causada pelo coronavírus. Por meio do número de infectados em relação ao de habitantes de determinado país ou região, trabalha-se conceitos de porcentagens. Ou ainda, qual o valor de juros composto calculado no parcelamento do carro que usam ou da casa em que vivem. “O importante é que eles vejam na prática esses conceitos e entendam como podem fazer diferente daqui para frente. A educação financeira só valerá se realmente levarmos em conta a realidade na qual os alunos estão inseridos, criando, de fato, uma boa interligação entre eles”, afirma o educador.

A educação financeira ainda é um tema relativamente novo aos docentes, sobretudo se considerarmos que na geração anterior, que hoje leciona, o tema não era debatido em sala de aula. É preciso que as escolas invistam na formação de professores e até mesmo garantam tempo para que os docentes tenham tempo hábil de desenvolver conteúdos interessantes aos alunos. Se antigamente era ensinado adição e subtração usando palitinhos e o quadro negro, hoje é preciso ir além. Contas fixas, como luz, água e gás, cupons fiscais e boletos bancários ganharam às salas de aula e, ao que tudo indica, serão melhor avaliados para, num futuro próximo, ser melhor gerenciados pelas famílias brasileiras.

Sobre Luminova

Com o objetivo de democratizar o acesso à educação de qualidade e promover o crescimento humano e ascensão social, a Luminova, rede de escolas do grupo SEB -Sistema Educacional Brasileiro- inaugurou no final de 2018 as primeiras unidades, em São Paulo e Sorocaba. Projetando expansão por meio de franquias e voltada para os públicos das classes B e C, que representam um contingente de cerca de 42 milhões de crianças e jovens em idade escolar, a Luminova achou um terreno fértil para investir, já que apenas 15% da rede privada atende tal fatia. A mensalidade low cost -de baixo custo-, é possível devido a alta eficiência na gestão escolar, que otimiza tempo, trabalho e estrutura física. Para mais informações: www.escolaluminova.com.br

Publicado em Outras Cidades

Influenciadora com 1 milhão de seguidores na rede social, exibiu curvas perfeitas em ensaio inusitado

 

SÃO CARLOS/SP - Realizar um ensaio fotográfico diferente, foi a vontade da modelo Leticia Longati, mas não estamos falando de uma simples mudança de cenário. A musa surpreendeu posando com uma cobra enrolada pelo seu corpo, destacando mais as suas curvas perfeitas. Longati tinha o desejo de realizar um ensaio impactante e diferente de tudo que já havia feito.
Com todo cuidado, a modelo fotografou em um estúdio na cidade de São Paulo com a fotógrafa Mari Araújo e o resultado ficou incrível. A espécie escolhida foi a jiboia, considerada mais calma pelos biólogos, quando são domesticadas desde o nascimento.
Letícia Longati que reúne milhares de seguidores em suas redes sociais, e está sempre presente nas principais campanhas de moda, disse ter vivido uma experiência indescritível nesse ensaio“Seguimos todas as orientações, a nossa preocupação era não deixar o animal estressado, a experiência foi incrível, fotografaria de novo”. 

 

Sobre Letícia Longati:

Leticia Longatti é um absoluto sucesso nas redes sociais, com mais de 1 milhão de seguidores. O reflexo desse sucesso, faz com que a modelo seja uma das mais disputadas para liderar campanhas de marcas renomadas no ramo da beleza, e musa de mais de 40 lojas de um dos maiores polos de moda localizado na grande São Paulo-SP.
Letícia, fotografa para as principais e mais renomadas lojas do polo, com a reabertura do comércio, a modelo voltou a fotografar com todos os cuidados, e não economiza no charme e beleza. Dona de um corpo escultural, a modelo é apaixonada em posar para fotos, e faz com que marcas disputam a sua presença em seus ensaios. 

Publicado em Celebridades

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30