fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

Benfeitoria é uma parceria entre Prefeitura, Governo Estadual e Caixa Econômica Federal

 

DOURADO/SP - Por meio da Secretaria de Estado da Habitação foram entregues 100 casas na cidade de Dourado, região Central do Estado, nesta última quinta-feira, 23 de abril. Para evitar aglomerações, a assinatura dos contratos e a entrega das chaves se deu de forma administrativa, no Centro Juvenil São Domingos Savio, entre 9h30 e 13h00. O diretor de Atendimento Habitacional da CDHU, Marcelo Hercolin, esteve presente para orientar os futuros moradores e esclarecer dúvidas.

Foram adotadas diversas medidas sanitárias necessárias para impedir a disseminação da Covid-19, como atendimento escalonado com hora marcada, assinatura de contratos em mesas separadas, com distância superior a dois metros e entrega das chaves para apenas dois representantes de cada família contemplada. Álcool em gel e máscaras também foram distribuídos no local. “Com essa medida, seguimos a orientação do Centro de Contingência do coronavírus do Estado, no sentido de evitar aglomerações de pessoas”, explica do secretário da Habitação, Flavio Amary.

O empreendimento foi viabilizado pela CDHU, que repassou o terreno doado pela Prefeitura à Caixa Econômica Federal e fez o sorteio das unidades, em maio de 2019. A Secretaria de Estado da Habitação aportou, por meio da agência Casa Paulista, R$ 3,3 milhões nas moradias. O banco federal aplicou R$ 6,7 milhões e foi responsável pela licitação e acompanhamento das obras.  O investimento total na obra foi de R$ 10 milhões.

A diarista Juliana Cristina da Silva, 40 anos, é uma das contempladas com uma casa no novo conjunto habitacional. Mãe de um filho autista, ela não consegue trabalhar em período integral. Juliana compromete quase toda a renda com moradia e paga R$ 400,00 no aluguel de uma casa no centro da cidade. Agora, vai investir em um imóvel próprio. “Se não fosse por esse programa, jamais conquistaria uma casa própria. Para mim, isso significa o começo de uma nova vida”, conta emocionada.

As moradias são destinadas às famílias com renda mensal até R$ 1.800. Elas têm até 120 meses para quitar o imóvel, sendo que as prestações variam entre R$ 80,00 e R$ 270,00 por mês.

Com 48,82 m² de área construída, as casas têm dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. As unidades respeitam e incorporam as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade pela CDHU, como pisos cerâmicos com rodapé e laje de concreto em todos os cômodos, azulejos nas paredes hidráulicas, muro de divisa entre os lotes e placas fotovoltaicas que transforam a luz solar em energia elétrica e reduz o valor da conta de consumo. O empreendimento conta com infraestrutura completa, além de playgroud, quadra poliesportiva e paisagismo.

 

*Por: Renato Rosalin (Maradona)

RIBEIRÃO PRETO/SP - Com a pandemia causada pelo coronavírus e as incertezas econômicas, empresas estão se mobilizando para ajudar a população, e as redes sociais, como o Instagram, se tornaram espaços importantes para o desdobramento de ações de solidariedade. Nesse sentido, a indústria de alimentos Santa Helena iniciou a campanha #DoceAjudaPaçoquita para divulgar pequenos negócios que precisam impulsionar as vendas e aumentar o conhecimento de marca. 

A iniciativa é dedicada a empreendedores de todo o Brasil e participar é simples. Imagens de receitas postadas no Instagram com a hashtag da ação, mesmo aquelas sem a Paçoquita como um dos ingredientes, serão selecionadas e publicadas nos stories do perfil @amopacoquita no Instagram, que soma mais de 113 mil seguidores.  As cidades e usuários da rede social serão marcados para que o público possa conhecer melhor esses estabelecimentos. 

As publicações ficarão salvas nos destaques do perfil de Paçoquita e a lista completa com todos os participantes da #DoceAjudaPaçoquita ficará disponível também no site www.paçoquita.com.br para que os consumidores tenham acesso às informações a qualquer momento.

Serviço:

Campanha #DoceAjudaPaçoquita

Perfil: @amopacoquita

Site: https://www.pacoquita.com.br/

 

Sobre a Santa Helena

Uma das mais importantes indústrias de amendoim da América Latina, a Santa Helena é reconhecida pela tradição, qualidade e procedência de seus produtos. A empresa possui um vasto portfólio, com itens de referência nacional, como Paçoquita e Mendorato (amendoim japonês), campeões em vendas, entre tantas outras diferentes categorias, como a linha Troféu e as marcas de alimentação saudável Cuida Bem e First.

A Santa Helena leva o melhor do amendoim para todo o território nacional há mais de 75 anos e, desde 1997, exporta para os mercados mais exigentes do mundo, como Europa, América Latina e Ásia. A empresa caminha ao lado da inovação para atender às expectativas de seus consumidores, dessa forma, investe constantemente em tecnologia, melhoria de processos, na qualificação de seus colaboradores e em rigorosos métodos de controle de qualidade da matéria-prima.

Com aproximadamente 1.300 colaboradores, o complexo industrial da Santa Helena está localizado em Ribeirão Preto, no interior paulista. Mais informações em www.santahelena.com.

IBATÉ/SP - A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) efetuou a doação de 120 máscaras de acrílico aos profissionais da área de saúde da cidade de Ibaté. Os EPI’s (Equipamento de Proteção Individual) foram recebidos pelo prefeito José Luiz Parella (PSDB).

A produção dessas máscaras de proteção “face shield” está sendo executada pelo grupo de pesquisa NPro do DEP UFSCar, coordenado pelo professor Daniel Braatz e com apoio do professor Renato Luvizoto (UFTM) e o estudante de graduação da UFSCar Esdras Paravizo, pelas equipes dos Departamentos de Engenharia Mecânica (DEMec), Engenharia de Produção (DEP), Engenharia de Materiais (DEMA), Engenharia Elétrica (DEE), Computação (DC) e a Agência de Inovação (AIn) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Esse grupo, esse conjunto de professores, uniu diferentes empresas e pesquisadores para que fosse possível criar um modelo de faceshield que pudesse ser injetado e que considerasse questões como ergonomia, usabilidade, segurança do trabalho, qualidade, disponibilidade de materiais no mercado, logística, entre outras áreas que são conhecidas da engenharia de produção.

As máscaras foram montadas e entregues para todas as unidades de saúde da cidade de Ibaté: PSF Popular (12); PSF Jardim Mariana (12); UBS Jardim Santa Terezinha (13); PSF Jardim Icaraí (9); PSF Esfer (9); PSF I Jardim Cruzado (12); PSF II e UBS Jardim Cruzado (17); Centro de Referência da Saúde da Mulher “Casa Rosa” (5); Ambulatório Médico e Hospital Municipal (33).

Em nome de todos os profissionais da saúde que receberam as máscaras, Zé Parella agradeceu a UFSCar pela doação. “Manifestamos nosso agradecimento por esse trabalho tão generoso e tão importante para proteção dos profissionais que atuam nos centros de saúde. Nosso muito obrigado ao professor Daniel Braatz, ao Departamento de Engenharia de Produção da UFSCar e a toda a equipe que vem trabalhando intensamente neste projeto. Obrigada todos”, finalizou.

LIMEIRA/SP - Uma vendedora de 33 anos foi morta a tiros, na madrugada desta quinta-feira (23), na cidade de Limeira. O principal suspeito do crime é o companheiro dela, que teria confessado o crime para a família da vítima antes de fugir. Ele está foragido.

Segundo a Polícia Militar, a equipe foi acionada cerca de 5h30 em uma casa no Jardim Novo Horizonte. O pai da vítima acionou os policiais e disse que recebeu uma mensagem do suspeito dizendo que eles tinham brigado e que a filha dele estava morta.

Maria Eliane de Souza Araújo foi morta na casa onde morava. Quando chegou no local, a polícia encontrou a mulher com um tiro na cabeça e já sem vida. A perícia recolheu materiais que vão ajudar na investigação, como o celular da vítima e uma câmera de segurança. O caso foi registrado na Delegacia de Limeira como feminicídio.

Segundo os parentes, Eliane morava há anos com o suspeito e, de acordo com o boletim de ocorrência, o relacionamento entre os dois já tinha histórico de desavenças.

O principal suspeito, Raimundo Pinheiro Dantas, eletricista de 44 anos que convivia com a vítima, está foragido. A polícia já conseguiu identificar que ele deixou a cidade de Limeira após o crime, com seu próprio carro, e passou por São Paulo.

"Já está nos sistemas [da polícia]. Caso seja abordado em São Paulo ou Grande São Paulo, ele vai ser identificado e vai ser apresentado para esclarecimento, instauração do inquérito e prosseguimento das investigações pela Polícia Civil", explicou o capitão Herlon Correa de Paula, da Polícia Militar.

 

*Por: Por G1 Piracicaba e Região

PIRACICABA/SP - Um motociclista morreu depois de se envolver em um acidente com um caminhão, na rodovia do Açúcar (SP-308), na divisa entre Capivari e Piracicaba, nesta última quinta-feira (23). A vítima morreu no local e não portava documentos. De acordo com a Polícia Militar, o motociclista tinha tatuado o nome “Aline” no pé esquerdo. Até o fechamento desta edição ainda não tinha sido identificado.

A polícia informou que o acidente ocorreu por volta primeira hora da madrugada. O motorista do caminhão disse aos PMs que transitava normalmente pela via, na faixa de rolamento da direita, no sentido Piracicaba a Elias Fausto, quando o motociclista, estaria tentando levantar a motocicleta, pois aparentemente acabara de cair, quando foi atingido pelo caminhão. O motorista afirmou que o local era escuro e não conseguiu avistar a vítima com antecedecência e por isso, não conseguiu evitar o acidente.

Os socorristas da concessionária Rodovias do Tietê, que administra o trecho, foram acionados, mas constataram que o motociclista não resistiu.

Os policiais preservaram o local até a realização da perícia dos agentes do IC (Instituto de Criminalística)

O condutor do caminhão prestou depoimento no plantão policial e liberado em seguida.

A motocicleta ficou totalmente destruída. Foi apreendida no pátio de veículos da cidade.

 

*Por: Cristiani Azanha / JORNAL DE PIRACICABA

Sindicato tem negociado com as empresas e fechado acordos visando a manutenção do emprego

BAURU/SP - O reflexo da pandemia de coronavírus, que parou o mundo, chegou ao setor químico de Bauru e região. OSindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas, Farmacêuticas e da Fabricação de Álcool, Etanol, Bioetanol e Biocombustível de Bauru e Região (Sindquimbru)tem se reunido com os patrões na procura por alternativas e dialogado ao extremo para evitar demissão. Boa parte das empresas que suspendeu as atividades optou por férias coletivas, que agora começam a vencer. Mas o momento é tão delicado que 10% dos cerca de 5.500 trabalhadores do setor químico da região de Bauru já estão com redução de jornada e salário ou contrato de trabalho suspenso.

São 400 trabalhadores e trabalhadoras, de sete empresas, com redução de jornada e salário. E outros 176, se seis empresas, com contrato de trabalho suspensos. “Há um mês estamos numa série de reuniões com as empresas do nosso setor para resguardar a saúde e a vida dos trabalhadores e, ao mesmo tempo, minimizar o impacto econômico. Propusemoshome office, férias coletiva, licença, programa de compensação de horário, horário flexível, entre outras alternativas. Somente em situação mais extrema, redução de jornada e salário e, em último caso, suspensão de contrato. Diante da gravidade da situação na economia, da incerteza do futuro, o principal objetivo é evitar demissão. Felizmente temos conseguido fechar muitos acordos que mantêm o emprego”, relata Edson Dias Bicalho, presidente do Sindicato.

Além dessas, neste período de pandemia duas empresas do setor químico da região de Bauru fecharam, demitindo cerca de 110 trabalhadores sem pagar o que é obrigatório por lei. Mas Bicalho lembra que um delas, a maior, que demitiu cerca de 100 pessoas, agiu de má-fé. “Na verdade foi um golpe. A empresa nem quis dialogar. Estava enfrentando dificuldades financeiras há um bom tempo e tentou usar a desculpa da pandemia para demitir sem pagar. Recorremos à Justiça do Trabalho e colocamos o Jurídico do nosso Sindicato, que faz atendimento gratuito, à disposição dos demitidos”, acrescenta.

Aexpectativa de Bicalho é que não haja mais empresas do setor recorrendo à redução de jornada e salário ou suspensão contrato e que as que já o fizerem, com a reabertura das atividades no próximo dia 11 de maio, gradativamente voltem às suas operações normais e, consequentemente, os trabalhadores também. “Estamos muito preocupados porque a retomada das atividades, infelizmente, não representa o fim dos problemas. Já sabemos de antemão que, exceto para produtos essenciais, a demanda caiu muito. Temos um duro período de luta pela frente. Há um mês, quando a pandemia se alastrou no Brasil, nosso sindicato, juntamente com a Fequimfar, que é a Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo, e outras entidades sindicais, têm cobrado dos governantes a renda mínima para o desempregado e o informal e ajuda para as empresas manterem seus trabalhadores com salário. Não há outra alternativa no momento. É o Estado quem pode ajudar a economia não parar de girar”, acrescenta.

ARARAQUARA/SP - Em boletim extraordinário do Comitê de Contingência do Coronavírus no início da manhã desta quinta-feira (23), a secretária da saúde Eliana Honain atualizou o número de casos de coronavírus em Araraquara. Dos 25 exames enviados para a Unesp, 2 foram positivados para Covid-19, além de mais um resultado positivo enviado pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo.

Dos pacientes positivados, um deles está internado na rede pública em estado estável, um já está em recuperação e o outro está em quarentena.

Araraquara contabiliza neste momento 58 casos confirmados da doença. O município ainda aguarda dois resultados de amostras enviadas ao Instituto Adolfo Lutz.

 

*Por:Adriana Nagazako / PORTAL MORADA

IBATÉ/SP - A Prefeitura de Ibaté publicou nesta última quarta-feira, dia 22 de abril, o decreto nº 2.844, prorrogando até o dia 10 de maio, a quarentena em todo o município, seguindo o Governo do Estado de São Paulo.

A medida suspende o atendimento presencial de todas as atividades e serviços públicos ou privados não essenciais, que não possam ser realizados por meio de delivery e/ou drive thru.

Estão proibidos o acesso, utilização e funcionamento de espaços públicos, como praças, campos de futebol academias, quadras, canchas e similares; a entrada de novos hóspedes no setor hoteleiro de Ibaté, bem como, suspensos todo e qualquer evento realizado em local fechado, independentemente da sua característica, condições ambientais, tipo do público, duração e modalidade, inclusive de natureza religiosa e educacional, tais como shows, apresentações, cultos, missas, aniversários, casamentos, formaturas e similares.

O Velório Municipal também continua com acesso limitado a 20% da capacidade máxima prevista no alvará de funcionamento, tendo preferência os parentes mais próximos, obedecendo as normas de posturas, condutas sociais, protocolos de higiene e etiqueta respiratória, evitando contato físico. Está vedada a aglomeração de pessoas no lado externo e obrigatório o uso de máscaras independentemente das causas de óbito.

No novo decreto são consideradas atividades essenciais: farmácias; postos de gasolina; bancos, correspondentes bancários e casas lotéricas; supermercados, mercados, sacolões,  depósitos de água/gás; lojas de materiais de construção, agropecuárias e comercialização de suplementos alimentares, e similares; lojas de produtos de limpeza e/ou higiene pessoal; compra e venda de materiais recicláveis, como ferros velhos, em virtude de passibilidade de propagação da dengue; oficinas mecânicas de veículos automotores, auto elétricas, bicicletarias e similares.

Atendendo a uma solicitação da ACIPI (Associação Comercial, Industrial e Pecuária de Ibaté), os prestadores de serviço e comércios, tais como, barbeiros, manicures, cabeleireiros e óticas, poderão trabalhar com horário agendado, atendendo no máximo uma pessoa no estabelecimento, com portas fechadas. As lojas de conveniência poderão funcionar permitindo a entrada de uma pessoa por vez, sem qualquer consumo local.

O novo decreto também determina que academias, hotéis, bibliotecas, salões de festas, leilões, cultos e cerimônias religiosas, chácaras de recreio, bares e similares, que possam ter aglomeração de pessoas, não poderão ser realizados por meio de drive thru e/ou delivery.

Prevê também que o comércio de roupas, armarinhos, sapatos, brinquedos, produtos importados e similares, poderão apenas funcionar no sistema de delivery, portanto, não poderão trabalhar no sistema “drive thru”.

Todos os estabelecimentos cujas atividades foram listadas como excepcionalidades devem adotar medidas adicionais para combate ao novo coronavírus, entre elas, filas com distância mínima de 1,5 metros entre uma pessoa e outra; obedecer as normas de posturas, condutas sociais, protocolos de higiene e etiqueta respiratória com uso obrigatório de máscaras descartáveis ou reutilizáveis nos termos da recomendação do ministério da saúde, para todos os proprietários, funcionários e colaboradores dos estabelecimentos; evitar contato físico, sendo que no interior todos os atendentes, caixas, e demais colaboradores,  deverão fazer uso de máscaras, e disponibilizar para todos os usuários álcool gel ou líquido a 70%, bem como, luvas quando se tratar de gêneros alimentícios.

As medidas também são recomendadas aos colaboradores dos estabelecimentos que não realizem atendimento ao público, tais como estabelecimentos industriais e congêneres.

Também ficam suspensos, durante a vigência do decreto e pelo prazo de 30 dias, todos os estágios remunerados e não remunerados, exceto na área de saúde. As secretarias municipais deverão antecipar o recesso remunerado ou colocar os estagiários em licença não remunerada, caso já tenham gozado do benefício remunerado.

A Prefeitura de Ibaté também criou o Disque 153, para denúncias de funcionamento de profissionais ou comércios em desacordo com o novo decreto, bem como, aglomerações, abuso de preços, estando em funcionamento à população, 24 horas por dia.

Tambaú/SP - Na última sexta-feira (10), Tambaú sediou o 7º Encontro do Parlamento Metropolitano que aconteceu no Centro de Convenções Zélia Maria de Carvalho Biela.

A abertura oficial do evento foi realizada pelo Presidente do Parlamento, Maurício Gasparini, na ocasião também aconteceu a posse do Presidente Interino do Parlamento, o Vereador tambauense Luis Fernando Viana Neves.

O Encontro também contou com as palestras “A Importância da Região Metropolitana de Ribeirão Preto”, presidida por Duarte Nogueira, Prefeito de Ribeirão e Presidente do Conselho da Região Metropolitana e na sequência a palestra “Perfil Econômico-Produtivo da Região Metropolitana de Ribeirão Preto” com Dr. Erasmo José Gomes, professor da FEA-RP/USP.

O evento contou ainda com a participação de representantes da sociedade civil, autoridades políticas de Tambaú e região, Polícia Militar, imprensa, membros representando a Associação Comercial e Industrial tambauense, Padre Anderson e convidados.

“Agradeço a presença e contribuição de todos para sediarmos esse evento tão importante em nossa cidade. Seguimos a esperança de que nossa cidade ganhará ainda mais força tendo agora como Presidente nosso amigo Nandão que vem desenvolvendo um trabalho extraordinário em Tambaú e também na Região Metropolitana”, ressaltou o Prefeito Roni Astorfo.

Itirapina/SP - Nos dias 18 e 19 de agosto, a Represa do Broa, em Itirapina, será sede de uma super atração chamada I Gincana de Velas ao Vento, com a finalidade de incentivar o uso desse tipo de embarcação, além de movimentar os setores de comércio e serviços do lugar, “esfriados” neste período do ano com as temperaturas em baixa.

A portaria permanecerá sem a cobrança de entrada, porém, a organização do evento pede a colaboração de 1 kg de alimento para doação às instituições beneficentes de Itirapina.

Haverá uma gincana de vela com vários tipos de embarcações, inclusive algumas vindo de outras cidades como Americana e São Paulo. Para participar basta levar seu veleiro antes das 9 horas, ocasião em que será iniciado o briefing. Haverá também foodtruk e música ao vivo. A organização é de João Dantas (João da Gaiola), Paulo Brunozi, Paulo Saldanha e Gilberto Pires, com total apoio da Prefeitura e da ENNOVE.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Junho 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30