fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

SÃO CARLOS/SP - A Secretaria Municipal de Educação informa que a partir do dia 12 de novembro têm início as inscrições, somente via internet, para alunos que ainda não frequentam a rede municipal de ensino e que pretendem estudar nos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIS). Já para ingressar em uma das Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBS) as inscrições poderão ser feitas somente a partir 05 de janeiro de 2021.

As inscrições poderão ser feitas via WhatsApp (somente mensagens) pelos telefones (16) 99242-2956, 99464-6974, 99416-4790, 99413-6199, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo formulário https://forms.gle/Z5JfQ1KZPMntocwr9 tanto para a educação infantil (CEMEIS) como para o ensino fundamental (EMEBS).

Para a educação infantil, faixa etária de 0 a 5 anos, 653 novos alunos pleiteiam vagas para 2021, porém o município possui 1.363 vagas disponíveis nos 49 Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIS), ou seja, um superávit neste momento de 710 vagas na educação infantil. 

Já para as Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBS), que atendem crianças e jovens na faixa etária de 6 a 14 anos no ensino fundamental, o município registra 32 novos pedidos de vagas para 2021 e 624 pedidos de transferência de escolas, portanto ainda possui vagas disponíveis no sistema já que o ensino fundamental é compartilhado com as escolas do Governo do Estado. 

 

REMATRÍCULAS – Para os alunos que já estão na rede municipal de ensino, a rematrícula será realizada automaticamente a partir desta quinta-feira, dia 22 de outubro, pela Secretaria Municipal de Educação.

As escolas farão o comunicado aos pais do resultado da rematrícula e o encaminhamento dos alunos da educação infantil, inclusive das creches filantrópicas, das Fases 3 e 4, que cursarão novas escolas em 2021. No dia 30 de novembro as escolas farão o comunicado aos pais do resultado do encaminhamento também dos alunos da pré-escola, do 5º anos e dos 9º anos.

“Todo esse processo é para facilitar e evitar o deslocamento das famílias, evitar aglomerações e assim diminuir o risco de contaminação do novo coronavírus. Pela primeira vez as matrículas serão feitas de maneira totalmente online”, afirma a secretária de Educação, Cilmara Seneme Ruy.

A Secretaria Municipal de Educação informa que ainda não há definição sobre a data de início das aulas presenciais em 2021.

SÃO CARLOS/SP - Nos dias 21 e 24 de outubro, o Senac São Paulo realizará a série de encontros virtuais Senac ao Vivo: Inspirações para a Juventude, com foco nos estudantes do Ensino Médio Técnico. As palestras e debates serão totalmente gratuitos, abertos a todos os públicos, e acontecem no YouTube da instituição e por meio da plataforma do Microsoft Teams.

Com temas como “O mundo dos games”, “Como organizar meu dia: Dicas práticas para estudantes” e “Aulão de criação de Roteiros para Games”, a programação contará com a participação de profissionais que vão compartilhar suas experiências atuando no mundo dos games. Na ocasião, também teremos a participação de alunos e de professores do Ensino Médio Técnico do Senac e o público poderá saber mais sobre o curso e os benefícios dessa formação técnica e profissional, que alia o aprendizado aos desafios do mundo do trabalho.

O evento será democrático e inclusivo, podendo ser acompanhado por toda a família. Quem participar recebe 20% de desconto nos cursos do Ensino Médio Técnico em Informática, Administração ou Multimídia. Os dois últimos cursos são novidade no portfólio da instituição e, todos eles, têm início previsto para janeiro de 2021. As matrículas estão abertas.

 

Para conferir mais informações sobre o evento e se inscrever nas oficinas, basta acessar o link.

 

Programação:

Tema: Oficina: Como organizar meu dia: Dicas práticas para estudantes

Data: 21/10/2020

Horário: 17h30 às 18h30

Preço: Participação Gratuita

Local de Realização: ao vivo via Microsoft Teams -  http://bit.ly/OficinaOrganizarMeuDia

 

Data: 21/10/20

Tema: Live - O Mundo dos Games

Horário: 18h às 19h

Preço: Participação gratuita

Local de Realização: Canal do Youtube do Senac São Paulo -     https://www.youtube.com/user/senacsaopaulo

 

Data: 21/10/2020

Tema: WebGame

Horário: 19h às 21h

Preço: Participação gratuita.

Local de realização: ao vivo via Microsoft Teams

 

Data: 24/10/20

Tema: Aulão de Criação de Roteiros para Games

Horário: 10h às 11h

Preço: Participação gratuita

Local de Realização: Canal do Youtube do Senac São Paulo -   

https://www.youtube.com/user/senacsaopaulo

Especialista do Senac São Carlos dá dicas para otimizar a rotina de estudos on-line, sem perder o foco do aprendizado

           

SÃO CARLOS/SP - Novos jeitos de pensar, agir e ampliar o conhecimento surgiram com a pandemia, modificando práticas e costumes. Na área da educação, proporcionar a aprendizagem remota foi a solução, mas o atual sistema requer uma nova postura frente às responsabilidades do estudante e também do docente, fomentando a criatividade, flexibilidade e organização. Para Márcia Cristina Fragelli, coordenadora pedagógica do Senac São Carlos, os maiores vilões para quem estuda nesse modelo são o agir no hoje com olhar para o que existia antes, sem acompanhar as alterações do mundo, e procrastinar, desconsiderando a relevância das atividades propostas.

            “Para evitar erros, é preciso sempre cumprir os combinados estabelecidos nas aulas, como tarefas, prazos e participação”, ressalta a especialista. “A nova realidade fez com que outras formas surgissem para manter a atualização profissional, então é preciso encarar isso com seriedade para conquistar uma formação estratégica e direcionada para as novas demandas de mercado, sem perder as oportunidades que estão surgindo.”

            Outro erro, segundo Márcia, é a inflexibilidade. “A pandemia deixará reflexos em todos os setores, por isso é necessário compreender o atual cenário e se adaptar à nova realidade com afinco”, afirma. Para facilitar o aprendizado remoto, algumas dicas são:

·         Tenha uma agenda, seja física, seja virtual. Quando é possível enxergar os compromissos do dia ou da semana, é mais fácil se organizar e direcionar a atenção com exclusividade para o estudo.

·         Estabeleça um calendário de leitura e estudo após acompanhar as aulas remotamente. O interesse do estudante em aprofundar a informação recebida ainda é de grande valia para uma formação eficaz.

·         Coloque alarmes para atividades importantes e que sejam mais para frente, para não correr o risco de esquecer no dia.

·         Identifique quais as ferramentas tecnológicas necessárias. Há aplicativos que precisam ser abertos por desktop ou notebook.

·          Participe das atividades síncronas (em tempo real) e assíncronas. Todo o conteúdo proposto tem um motivo para ampliar o conhecimento em determinada área.

·         Mantenha o ambiente de estudo organizado e sem ruídos, para que não atrapalhe a atenção no que realmente é necessário.

Além desses pontos, a coordenadora pedagógica do Senac São Carlos pontua que a cidadania virtual, a maneira como ocorrem os relacionamentos no mundo digital, precisa ser pautada em respeito e compreensão. “Estar atento ao bom uso da internet é fundamental.”

 

Oportunidades no Senac

            Para atender à necessidade de isolamento social e, ao mesmo tempo, garantir a relação ensino-aprendizagem com os alunos, o Senac São Carlos se organizou para oferecer cursos remotamente. Entre eles, técnicos, que tiveram alternância nas atividades curriculares para continuar promovendo um ensino direcionado em práticas. “Vivenciamos uma fase de metamorfose das instituições de ensino, e o Senac, com inovação e atenção ao estudante, organizou-se para manter sua referência na área de educação”, diz Márcia.

            Alguns cursos técnicos iniciam neste mês e reforçam aos participantes a importância de se manterem atualizados diante das novas demandas e de um mundo diferente.  “Mesmo com a pandemia, é necessário manter o movimento de se qualificar e garantir a atualização diante das novas possibilidades e dilemas de cada área. Apropriar-se dos novos protocolos e demandas profissionais é imprescindível para continuar crescendo na carreira”, orienta a coordenadora.

            As atividades práticas dos cursos técnicos serão fomentadas tanto por videoaulas em ambientes propícios para a atividade em questão quanto por meio de estudos de casos e tutoriais. Para algumas áreas, que exigem estágio obrigatório, haverá uma mudança na ordem das atividades para que, quando possível e seguro, os estudantes consigam cumprir a parte prática.

            A unidade está com inscrições abertas para os cursos Técnico em Computação Gráfica, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Publicidade, Técnico em Design de Interiores, Técnico em Administração, Técnico em Logística e Técnico em Meio Ambiente. Para mais informações, acesse o Portal: www.sp.senac.br/saocarlos.

 

Serviço:

Senac São Carlos

Local: Rua Episcopal, 700, Centro - São Carlos/SP

Informações e inscrições: www.sp.senac.br/saocarlos

BRASÍLIA/DF - O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (14) o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2020. Para saber se conseguiu ou não a vaga desejada, o candidato deve acessar o site oficial do Sisu, informando o número de inscrição e a senha. O período para matrícula da chamada regular será de 16 a 21 de julho.

Ao todo, mais de 814 mil inscrições foram feitas. Segundo o MEC, mais da metade desses estudantes - 424.991 mil - disputam 51.924 mil vagas ofertadas em 57 instituições públicas de educação superior do país.

Pela primeira vez, o Sisu oferece vagas na modalidade ensino a distância (EaD). Além de ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019, os candidatos não podem ter zerado a redação. Quem fez o exame na condição de treineiro não pode participar.

De acordo com o edital do programa, a ordem dos critérios para a classificação de candidatos é a seguinte: maior nota na redação, maior nota na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias; maior nota na prova de matemática e suas tecnologias; maior nota na prova de ciências da natureza e suas tecnologias e maior nota na prova de ciências humanas e suas tecnologias.

Lista de espera

Quem não for selecionado nesta primeira chamada, deverá manifestar o interesse em participar da lista de espera, por meio da página do Sisu na internet, entre hoje e 21 de julho.

A partir daí, a convocação começa a ser feita no dia 24 de julho pelas instituições para preenchimento das vagas em lista de espera. Os selecionados devem observar prazos, procedimentos e documentos exigidos para matrícula ou para registro acadêmico, estabelecidos em edital próprio da instituição, inclusive horários e locais de atendimento por ela definidos.

 

 

*Por Karine Melo - Repórter da Agência Brasil

A especialista em educação infantil e terapeuta familiar Evelyn Stam aponta os prós e contras do ensino à distância durante a pandemia da covid-19, que se tornou uma das principais questões familiares do momento.

 

SÃO PAULO/SP - Estamos vivendo em época de pandemia. Muitas incertezas, muitas mudanças e uma situação que não tem data de término. Uma das mudanças mais comentadas e questionadas por pais e educadores durante a pandemia é o ensino à distância, que se tornou necessário quando muitos países decidiram fechar as escolas e fornecer ensino online, forçando pais a assumirem muitas vezes o papel de educadores, na tentativa de ajudar seus filhos a acompanharem as aulas neste novo formato.

A especialista em educação infantil e terapeuta familiar Evelyn Stam, aponta que existem vantagens e desvantagens na adoção da telescola ou ensino à distância, e que ambas precisam ser consideradas antes de um veredicto final: “tivemos que nos adaptar a essa mudança quase que de um dia para o outro, quando a pandemia do novo coronavírus veio e surpreendeu a todos. Não estávamos totalmente preparados, sejam os pais ou os professores e a até mesmo os próprios alunos, para nada do que viria a acontecer depois e, naturalmente, foram necessários alguns ajustes de última hora para encontrar soluções minimamente viáveis e impedir que nossos filhos perdessem um ano escolar. Mas nem tudo tem sido mal e há também benefícios na educação à distância, que tende a ser algo ao qual nós vamos ter de nos adaptar, já que deve ser uma tendência.”


Desvantagens

Evelyn Stam ressalta as principais desvantagens do ensino à distância:


 Acesso à tecnologia

Nem toda família tem acesso à computadores de qualidade e internet estável. Famílias que não possuem um computador ou não dispõem de internet rápida simplesmente não têm como acompanhar as aulas online, fazer fotos de atividades realizadas ou enviar arquivos grandes.

 Disponibilidade

Famílias que possuem um computador e internet de boa qualidade nem sempre estão preparadas para lidar com o ensino online. Famílias com mais de um filho nem sempre tem um computador para cada membro da família. Além disso, a mesma internet que era suficiente para atender a todos os moradores agora está sobrecarregada, com pais e filhos utilizando a conexão ao mesmo tempo para cumprir com suas cargas horárias de trabalho e estudo.

Uso das ferramentas de software

Nem todas as pessoas estão acostumadas a sistemas de reunião online, como Zoom, Google Classroom, Microsoft Teams, etc… Há pessoas que estão experimentando um enorme sentimento de sobrecarga, tendo que lidar não só com a pandemia, mas com o aprendizado de novas tecnologias.

Sobrecarga

Muitas pessoas estão experimentando um aumento significativo da carga de trabalho. Trabalhar de casa não significa trabalhar menos. Além disso, todos estão em casa o tempo todo então o tempo de limpeza da casa e a frequência na limpeza aumentam. Somado a isso há ainda a carga de tarefas dos filhos que precisam ser supervisionadas pelos pais. Pais estão se sentindo professores, profissionais, mães e pais, tudo ao mesmo tempo.

Professores também estão sobrecarregados e têm que aprender a lidar com novas tecnologias, criar materiais que funcionem para o ensino online, tudo isso enquanto lidam com os próprios filhos e com o aprendizado dos próprios filhos em casa.

 


Vantagens

Da mesma forma, a especialista aponta diversas vantagens que o ensino à distância pode trazer

Possibilidade de revisar o conteúdo


 A aula online pode ser assistida quantas vezes o aluno precisar. O aluno pode pausar para fazer anotações, copiar diagramas da internet. O ensino se torna mais interativo e acessível para os alunos.

Estude no seu ritmo

O aluno pode estudar no seu próprio ritmo. Cada aluno prepara a suas tarefas na sua velocidade, sem a pressão de fazer as coisas na mesma velocidade e da mesma forma que os colegas.

Pais têm contato com o universo dos filhos

Agora sabemos exatamente o que os nossos filhos estão aprendendo na escola, o que eles gostam mais e o que têm mais dificuldade. Sabemos o quanto de tempo eles precisam para entender determinado conteúdo e entendemos melhor como a escola funciona.

As crianças estão aprendendo habilidades novas

Crianças aprendem rápido e se adaptam mais fácil que os adultos às novas tecnologias. As aulas online estão preparando os nossos filhos para o trabalho do futuro.

Estamos aprendendo novas formas de ensinar e aprender

 Sim, tem sido desafiador. Contudo já estamos a ver os primeiros sinais de coisas que tem funcionado muito bem no ensino online. Estamos criando soluções para lidar com o deslocamento, condições climáticas e ausências por motivos médicos. A pandemia nos forçou a ser criativos, a pensar em novas soluções e melhores maneiras de aprendizado.


Veredicto

Evelyn pondera o panorama geral da educação à distância: “Como podemos ver, o ensino à distância tem vantagens e desvantagens. Nos demanda muito tempo, mas aprendemos muito com a experiência. O verdadeiro desafio é não deixar o nosso papel de pais para assumir o papel de professores. Somos e continuaremos a ser pais sempre. Essa é a nossa relação mais importante. Aconteça o que acontecer o ensino nunca deve ser o preço da nossa relação com os nossos filhos.”

IBATÉ/SP - A Secretaria Municipal da Educação editou a Resolução SEMEC nº 003, que dispõe sobre a reorganização do calendário nas escolas públicas e privadas de Educação Infantil, na cidade de Ibaté, devido à suspensão das atividades escolares presenciais como medida de prevenção do contágio pelo Coronavírus (Covid-19).

As unidades de educação infantil deverão acompanhar a nova Resolução e as diretrizes publicadas pelo Conselho Municipal de Educação, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, para reorganizar o Calendário Escolar.

A reorganização do calendário escolar da Educação Infantil deve considerar a reposição de carga horária de forma presencial após o fim da emergência, a realização de atividades pedagógicas não presenciais, sendo elas mediadas ou não por tecnologia, e a ampliação da carga horária diária através da realização de atividades pedagógicas não presenciais, concomitante ao período das aulas presenciais, quando retornarem as aulas regulares.

As unidades escolares de Educação Infantil na rede pública deverão retomar suas atividades no dia 09 de junho de 2020, com atividades de teletrabalho para os professores e atividades remotas aos alunos, contribuindo para a diminuição do impacto na reposição e na própria aprendizagem.

Para reduzir as eventuais perdas e os prejuízos cognitivos, corporais e socioemocionais às crianças de 0 a 5 anos, as aulas não presenciais deverão utilizar recursos no sentido de orientar as unidades de creche e pré-escola para que os gestores busquem aproximação virtual dos professores com as famílias, de modo a estreitar vínculos e fazer sugestões de atividades às crianças e aos pais e responsáveis.

"As orientações e atividades deverão atender as seguintes recomendações: para crianças de 0 a 3 anos, orientações para os pais devem indicar atividades de estímulo às crianças, leitura de textos pelos pais, brincadeiras, jogos, músicas de criança e para crianças de 04 e 05 anos, as orientações devem indicar, da mesma forma, atividades de estímulo às crianças, leitura de textos pelos pais, desenho, brincadeiras, jogos, música de criança, filmes e programas infantis pela TV e até algumas atividades em meios digitais quando possível", ressaltou a Secretária de Educação, Fátima Heck Vaz.

A resolução prevê também que para o cumprimento das 800 horas na educação infantil, mesmo não sendo pré-requisito ao ingresso no Ensino Fundamental e não havendo previsão legal ou normativa para a Educação Infantil à distância que regulamente a contabilização dessas atividades remotas como dia letivo, deverá manter-se o contato, o vínculo e as atividades remotas. "Independente dos meios utilizados, o trabalho do professor terá papel significativo e deverá ser apoiado pessoal e profissionalmente, como medida essencial", contou a secretária .

SÃO CARLOS/SP - A Prefeitura de São Carlos, através da Secretaria de Educação, começa nessa segunda-feira, dia 01 de junho, uma série de atividades pela internet com os alunos da rede municipal desde a educação infantil até a de jovens e adultos – EJA. Serão, basicamente, atividades que os professores irão preparar em casa (home office) e serão postadas nas redes sociais, como Facebook, blogs, WhatsApp e site da Secretaria de Educação.

A Secretaria de Educação deixa claro que são atividades pedagógicas ofertadas por meio de ambiente virtual, será uma retomada de trabalhos escolares para evitar o retrocesso na aprendizagem e manter o vínculo escola/ família e também atender a carga de 800 horas letivas obrigatórias principalmente no ensino fundamental. Na educação infantil os professores enviarão aos pais orientações de atividades lúdicas para que eles possam compartilhar junto com as crianças esse momento diferente na vida e na rotina de todos.

Com relação a educação infantil, a diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, Cilmara Seneme, lembra: “pai e mãe não são professores e a casa das famílias também não é um ambiente escolar. Por isso, a ideia e as ações serão na perspectiva de que todos juntos possam aproveitar parte do tempo para brincadeiras, instantes de interação e aprendizagem”. Ela frisa, ainda, que há diferenças de abordagens para cada estágio da vida escolar e, em função disso, durante a semana uma estratégia de ação e planejamento pedagógico será estabelecida para atender a essa demanda do momento.

“Já para o ensino fundamental as atividades virtuais, não presenciais, poderão sim ser contadas como horas letivas. Para os estudantes que não têm acesso à internet e às redes sociais nós vamos promover a chance de trabalhos impressos para entrega e devolução dos resultados nas próprias unidades escolares, sempre seguindo, claro, um cronograma determinado e com todos os cuidados dos protocolos de segurança sanitária durante esse período de pandemia”, enfatiza Cilmara.

O secretário de Educação, Nino Mengatti, disse que essa primeira semana, de segunda a sexta-feira, de 01 a 05 de junho, será uma fase de adaptação e adequação da proposta de retomada de parte da rotina escolar. “Tudo isso é um ambiente novo para todos nós que fazemos parte da rede pública de ensino municipal, e de modo especial, com certeza, para alunos e professores. Por isso, aos poucos iremos percebendo as necessidades e executando os ajustes importantes. O que vale, nesse instante, é o ânimo e a coragem de cada professor e professora, de cada pai e de cada mãe, como também de cada aluno, para que possamos passar por esse período de forma menos traumática possível”.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Novembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30