fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

SÃO CARLOS/SP - O presidente da Câmara Municipal de São Carlos, Roselei Françoso (MDB), sugeriu ao governo do prefeito Airton Garcia (PSL) participar da reunião que será promovida pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) nesta segunda-feira (1º) para tratar da compra de vacinas contra a Covid-19 por consórcio entre municípios.

Roselei conversou com o vice-prefeito, Edson Ferraz (MDB), na manhã deste domingo (28), que de pronto solicitou sua inscrição no evento. “O Edson vai participar no lugar do prefeito que já tinha outra atividade agendada”, destacou. A reunião será às 16 horas desta segunda. Roselei deve acompanhar o encontro virtual junto com o vice-prefeito.

Esta será a primeira reunião para discutir a constituição de um consórcio público municipal para a aquisição de vacinas. “Essa é uma ação liderada pela FNP após a decisão do STF autorizar estados e municípios a comprarem os imunizantes”, salienta Roselei.

O presidente da Câmara Municipal de São Carlos conversou, por meio de sua assessoria, com o são-carlense e secretário da FNP, Gilberto Perre. Disse que um projeto de lei de autoria dele e dos vereadores Lucão Fernandes e Azuaite Martins, e que deve ser votado nesta terça-feira, autoriza a Prefeitura a adquirir vacinas. 

“Essa é uma boa notícia vinda de São Carlos”, observou Perre. Em entrevista à Globonews neste sábado (27), Perre explicou que o objetivo da reunião é buscar um caminho jurídico para viabilizar a aquisição dos imunizantes. Para assistir a entrevista clique aqui, http://glo.bo/2ZVkD61.

Ele também esclareceu que Integrantes da Comissão de Vacinas da FNP se já se reuniram para preparar o debate sobre a instituição do consórcio de municípios. Atualmente, no mundo, há 10 vacinas aprovadas e mais de 230 em fase de testes. Com apoio de todos os participantes, a entidade pretende pactuar, com governantes das médias e grandes cidades, o início e cronograma da construção do consórcio.

A decisão da FNP ocorreu após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em ação ajuizada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e proferida no último dia 23 de fevereiro, que permite a Estados, distrito federal e municípios comprar e fornecer à população vacinas contra a COVID-19. 

Continua depois da publicidade

Também nesse sentido, o Senado Federal aprovou, no dia 24 de fevereiro, o Projeto de Lei (PL) 534/2021, que se ampara na decisão proferida pelo STF e especifica as hipóteses de aquisição, ao prever que Estados e municípios poderão comprar vacinas, em caráter suplementar, com recursos federais. Poderão utilizar recursos próprios, excepcionalmente, quando houver descumprimento do PNI ou quando este não proveja cobertura imunológica tempestiva e suficiente contra a doença.

“Infelizmente, desde o início da pandemia e mesmo depois da vacina o cenário só piora porque não há quantidade suficiente de imunizantes. Esse consórcio, cujo intuito é o de somar esforços com os governos estadual e federal, é um caminho a mais. Espero que São Carlos integre essa iniciativa e, no que depender da Câmara, faremos todos os esforços para colaborar”, destacou Roselei.

 

 
 
 
 

SÃO CARLOS/SP - A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, assinou na última sexta-feira (26/02), o memorando de entendimento com a R20 (Regions of Climate Action) para a viabilidade de implementação de uma usina de produção de hidrogênio.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, José Galizia Tundisi, a partir da assinatura do memorando junto ao R20, o município criará um grupo de trabalho para a entrega de um estudo de viabilidade, que deverá acontecer dentro de um prazo de 12 meses.

“Com o memorando de entendimento, declaramos nossa intenção em expandir o relacionamento entre as entidades.  O hidrogênio é considerado o combustível do futuro, tendo como principais vantagens ser uma fonte de energia renovável, inesgotável e não poluente. Vamos lutar para conseguir esta conquista inovadora, para colocarmos São Carlos como a única cidade do Brasil a ter essa tecnologia”, enfatizou, Tundisi

Continua depois da publicidade

R20 - O R20 - Regions of Climate Action - é uma organização ambiental sem fins lucrativos fundada em setembro de 2011, pelo ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, com o apoio das Nações Unidas. A R20 é uma coalizão de governos subnacionais, empresas privadas, organizações internacionais, ONGs e instituições acadêmicas e financeiras, com a missão de acelerar os investimentos em infraestrutura subnacional na economia verde para contribuir significativamente com objetivos de desenvolvimento sustentável. Os esforços do R20 são projetados para apoiar governos subnacionais em todo o mundo a desenvolver e financiar projetos de infraestrutura de baixo carbono e resilientes ao clima no campo de energia renovável, iluminação com eficiência energética e otimização de resíduos.

SÃO CARLOS/SP - Graças a intervenção da Polícia Militar, o pior não ocorreu na Rua João Coza, no Jardim Botafogo, em São Carlos, na madrugada de hoje,01.

Segundo informações, o 190 foi acionado por populares que disseram que dois indivíduos estavam armados e brigando, onde um ameaçava o outro de morte. Os Militares foram ao local e conteve os irmãos que brigavam por uma herança, nenhuma arma foi localizada.

Continua depois da publicidade

Diante dos fatos a dupla foi conduzida ao Plantão Policial, onde foram ouvidos pelo delegado, relatando a causa da discussão que seria a casa onde moram com a genitora.

Ambos foram liberados.

Músico é premiado com o espetáculo que reúne canções consagradas do repertório de violão solo brasileiro

 

SÃO CARLOS/SP - No dia 12 de março, sexta-feira, às 19h, vai ao ar, pelo Facebook da Escola Allegro, em São Carlos, “Um Ano de Solidão”, concerto inédito produzido pelo músico Franco Galvão.

“Um Ano de Solidão” é um projeto on-line em que o instrumentista apresenta canções do repertório de violão solo brasileiro de difícil execução, além de uma canção de sua autoria. O espetáculo dialoga com a temática da solidão e da intimidade, e explora o sentimento paradoxal que nasce ao mergulhar no abismo de si, enquanto o grande desejo é querer encontrar o outro.

Considerado um dos mais talentosos compositores e instrumentistas de sua geração, Franco já se apresentou com grandes nomes da música popular brasileira. Em 2019, com a cantora Ná Ozzetti e em parceria com Fernando Sagawa, concebeu, arranjou e tocou no projeto em tributo a Dominguinhos.

Ao completar dez anos de carreira, o artista se lança a um dos maiores desafios de sua vida profissional: se apresentar solo. “Estar sozinho é desafiador. É uma mistura entre se conhecer, saber dos próprios medos e se entregar completamente para, assim, encontrar o mais íntimo, como numa epifania”.

Dono de uma carreira construída com muito trabalho e resiliência, o artista conquistou vários prêmios, entre eles, fazer uma residência artística e gravar um disco no internacionalmente reconhecido Rainbow Studio, em Oslo, na Noruega, e o mais recente, obtido com “Um Ano de Solidão”, foi contemplado pelo Proac Editais Expresso Lei Aldir Blanc da Secretaria do Governo do Estado de São Paulo.

“Um Ano de Solidão” acontece até 30 de março, com apresentações on-line, pelas plataformas do Facebook ou YouTube, em espaços culturais de algumas cidades de São Paulo.

Durante a apresentação, além de desfrutar de músicas da mais alta qualidade, o público terá ainda a oportunidade de conhecer a trajetória do artista.

Para ter acesso ao espetáculo, basta entrar nas plataformas digitais dos espaços culturais.

Confira a programação:

03/03 – Quarta-feira, às 19h - Estação Casa Amarela, Caçapava - via Facebook

12/03 – Sexta-feira, às 19h - Escola Allegro, São Carlos - via Facebook

14/03 – Domingo, às 11h - Auditório Cláudio Santoro, Campos de Jordão - via Facebook

16/03 – Terça-feira, às 19h - Circo Navegador, São Sebastião - via YouTube

17/03 – Quarta-feira, às 19h - Armazém Baixada, Ribeirão Preto – via Facebook

20/03 – Sábado, às 19h - Espaço Luiz Ferreira, Valinhos - via Facebook

23/03 – Terça-feira, às 19h - Cine Avenida, Leme - via Facebook

24/03 – Quarta-feira, às 19h - Adunicamp, Campinas - via Facebook

28/03 – Domingo, às 19h - Selo musical Borandá, São Paulo - via YouTube

30/03 – Terça-feira, às 19h - Instituto Favela da Paz, São Paulo - via YouTube

Saiba mais sobre o trabalho do artista por meio do link Youtube_Franco Galvão

Continua depois da publicidade

Sobre o artista

Franco Galvão Villalta, nasceu no dia 16 de outubro de 1987, na cidade de Caçapava, interior de São Paulo. A música sempre foi uma de suas maiores paixões. Cursou Violão Popular no curso de Música do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas. Estudou violão de sete cordas, arranjo e composição, fez aulas particulares de Bateria, e participou da aula Band, no Amos Alonso Stagg High School, em Orland Park, Illinois, EUA. Em 2019, foi premiado pelo ProAC 2018 Internacionalização de Produções Artísticas com uma residência artística no Rainbow Studio, em Oslo, na Noruega, com o Duo Sagawa Galvão.

Músico eclético, Franco encabeçou diversos projetos ao longo de sua carreira. Foi ritmista da bateria da Escola de Samba Grêmio Recreativo Nenê de Vila Matilde; fez participação especial no show de Chico César na Virada Cultural Paulista em Campinas; foi contemplado pelo Programa de Ação Cultural para gravação e circulação de espetáculo inédito de música instrumental, o qual idealizou, tocou e produziu um disco de recolhimento e reinterpretação dos choros do maestro Guerra-Peixe, trabalho que recebeu arranjos de Jayme Vignoli e direção de Nailor Proveta e realizou apresentação em dueto com Nailor Proveta, no Auditório da Associação Docentes da Unicamp. Em 2019, com a cantora Ná Ozzetti e em parceria com Fernando Sagawa, concebeu, arranjou e tocou no projeto em tributo a Dominguinhos. Em 2021, com Duo Sagawa Galvão, lançará o disco “Espera”, em parceria com o selo Borandá, álbum gravado no Rainbow Studio, em Oslo, Noruega.

SÃO CARLOS/SP - A Força Tática conseguiu prender dois sujeitos que se julgavam ‘gerente’ do tráfico de drogas na região do Jd. Pacaembu, em São Carlos.

Por volta das 18h deste último domingo (28), equipes de Força Tática durante averiguação em uma residência foi encontrado o proprietário do imóvel e mais dois sujeitos, estes foram surpreendidos fracionando e embalando crack.

Continua depois da publicidade

Diante dos fatos o trio foi conduzido ao Plantão Policial, onde a dupla assumiu gerir o comércio ilegal de tráfico de drogas. Os mesmos foram conduzidos ao Centro de Triagem de São Carlos. Já o dono do imóvel foi ouvido e liberado. A droga foi apreendida.

Apreendido:

- R$ 428,00

- 50 gramas de crack (aproximadamente 400 pedras)

- 46 porções de maconha

- 01 porção contendo cocaína para diluição

- 02 balanças de precisão

- Apetrechos para o tráfico de drogas

SÃO CARLOS/SP - A Profª Yvonne Mascarenhas (IFSC/USP) acaba de conquistar o “Prêmio Joaquim da Costa Ribeiro - 2021”, outorgado pela Sociedade Brasileira de Física (SBF), “por suas atividades de pesquisa pioneiras em cristalografia de raios X e por iniciar uma sólida comunidade científica nesta área no Brasil”.

A Profª Yvonne é, assim, a primeira mulher a conquistar este prêmio que, anualmente e desde 2019, tem o intuito de reconhecer o trabalho de um pesquisador e pela contribuição, ao longo de sua carreira, para a Física da Matéria Condensada e de Materiais no Brasil.

(In Jornal da Ciência/SBF) “Yvonne Primerano Mascarenhas nasceu em Pederneiras, interior de São Paulo em 1931. Após mudar-se para o Rio de Janeiro com a família, formou-se Bacharel em Química em 1954 pela Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil. Em 1956 mudou-se para São Carlos–SP e, junto com seu esposo, Sergio Mascarenhas, abraçou o desafio de tornar a cidade um centro de referência internacional em pesquisa de Materiais. Como a primeira mulher a ocupar uma cadeira na Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo em São Carlos, viria a desempenhar um papel fundamental na atração de outros pesquisadores brasileiros e estrangeiros de altíssimo nível para a cidade, tendo também atuado como pivô na fundação do então Instituto de Física e Química de São Carlos (IFQSC). Em 1959, recebeu uma bolsa de estudos Fullbright e passou dois anos trabalhando no laboratório de G. A. Jeffrey e B. Craven, na Universidade de Pittsburgh, EUA. Era o início de sua paixão pela Cristalografia e um importante passo para a introdução e consolidação dessa área de pesquisa no Brasil, facilitada por sua habilidade impressionante em atrair colaboradores e visitantes internacionais renomados ou em ascensão, tendo alguns deles inclusive se fixado em outros centros brasileiros como IPEN, UNICAMP, LNLS e USP. Ao longo de sua trajetória, trabalhou em instituições de prestígio como Harvard, Princeton e Birkbeck College e participou do grupo responsável pelo desenvolvimento do banco de dados cristalográficos de Cambridge (CCDC). Além de fundadora e primeira presidente da Associação Brasileira de Cristalografia (ABCr), onde também atuou em outras funções, é notável sua participação administrativa nas instituições derivadas da EESC, como o IFQSC e, posteriormente, os institutos independentes de Química (IQSC) e de Física (IFSC).

Continua depois da publicidade

Em sua produtiva e continuada carreira, a Prof. Yvonne supervisionou cerca de 40 estudantes de mestrado e doutorado, publicou aproximadamente 200 artigos indexados e produziu numerosas contribuições em conferências e simpósios. Seu grupo de pesquisa se tornou um dos centros mais importantes em Cristalografia Química e Biologia Estrutural da América do Sul. Entre seus feitos, destaca-se a colaboração que resultou na determinação da estrutura cristalina da oxitocina (Science, 1986) e de toxinas de veneno de cobras (Eur. Biophys. J., 1992). Além da pesquisa, é notável e incessante seu interesse e dedicação pessoal no treinamento de jovens e suas ações para a promoção de meninas e mulheres nas Ciências. Aliás, a Profa. Yvonne – cientista, esposa, mãe de quatro filhos, é, não somente um ícone da Ciência Brasileira, mas um motivo de grande orgulho e exemplo para suas colegas, mulheres, cientistas”.

A comissão julgadora do prêmio foi formada pelos Professores Sergio Rezende (UFPE) e Félix Ynduráin (Universidad Autónoma de Madrid).

O prêmio será entregue em sessão solene que ocorrerá durante o Encontro de Outono da Sociedade Brasileira de Física, evento marcado entre os dias 21 e 25 do próximo mês de junho.

Para saber mais sobre este prêmio, acesse http://www.sbfisica.org.br/v1/home/index.php/pt/premiacoes-da-sbf/joaquim-da-costa-ribeiro

 

 

*Por: Rui Sintra - IFSC/USP

SÃO CARLOS/SP -  A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Gestão e Cuidado Ambulatorial (DGCA), informa que a partir desta segunda-feira (1/3), mais um ponto de vacinação com sistema drive thru estará em funcionamento no Estádio Luís Augusto de Oliveira - Luisão, localizado na Vila Prado.
A vacinação será das 9h às 14h, de segunda a sexta-feira, somente para idosos de 80 a 84 anos e para aqueles acima de 85 que ainda não receberam a primeira dose da vacina contra a COVID-19.

A vacinação dos idosos também poderá ser realizada no posto volante com sistema drive thru na Fundação Educacional São Carlos (FESC), na Vila Nery, e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e nas Unidades de Saúde da Família (USF’s) para idosos cadastrados no programa de saúde da família .Em todos as unidades o horário será o mesmo, das 9h às 14h.

Para ser imunizado o idoso precisa fazer o pré-cadastro no site https://www.vacinaja.sp.gov.br/ e entregar impresso na hora da vacinação, além de apresentar um documento com foto e CPF. 

Na faixa etária de 80 a 84 anos a Prefeitura de São Carlos estima vacinar 3.745 idosos em São Carlos.

SÃO CARLOS/SP - Um posto de combustível de São Carlos foi interditado na noite do sábado (27/02) por fiscais do Procon e do Departamento de Fiscalização, durante ação da Força Tarefa.

O posto, localizado na região da Praça Itália, estava vendendo combustível não compatível com a bandeira a qual pertence.

"Após denúncia, a equipe da Força Tarefa foi até o local e constatou que o posto de combustível que está caracterizado como Bandeira Ipiranga, estava vendendo combustível de bandeira branca, ou seja, diferente do ofertado ao consumidor com a propaganda na rede", explica Juliana Cortes, diretora do PROCON.

Continua depois da publicidade

O fato caracteriza crime contra relação de consumo e contra a ordem econômica, uma vez que induz o consumidor a erro ao fazer afirmação falsa ou enganosa, a respeito da natureza, características, qualidade, quantidade, propriedades, origem, preço e quaisquer outros dados sobre produtos e serviços. 

O posto foi interditado e lavrado auto de constatação que acarretará multa prevista no Código de Proteção e Defesa do consumidor. 

As partes foram conduzidas ao Plantão Policial e foi lavrado Boletim de Ocorrência. O Procon também encaminhará o caso ao Ministério Público para que seja instaurado inquérito para investigação.

Inscrições podem ser feitas até 15 de março

 

SÃO CARLOS/SP - O Centro de Pesquisa para o Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e com sede na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), está com inscrições abertas para uma vaga de pós-doutorado para desenvolver o projeto "Simulação de processos e materiais eletroquímicos para armazenamento e conversão de energia usando o método de elementos finitos".

Os interessados devem possuir o título de Doutor em Química, experiência na área de eletroquímica fundamental, com ênfase em modelagem de processos eletroquímicos; ter domínio das equações diferenciais parciais que regem os fenômenos de transporte por difusão, migração e convecção em meios aquosos e porosos; conhecer os mecanismos envolvidos na variação do pH interfacial, transporte iônico através de nanocanais e interação das nanoestruturas com a luz; e fornecer a capacidade de calcular a contribuição faradaica real em voltametria ultrarrápida por simulação e distribuição de corrente em células de camada fina. O candidato também deve ter experiência com o método numérico de elementos finitos, em particular para comprovar seu conhecimento do software COMSOL Multiphysics, bem como estratégias de minimização de erros numéricos e contornar problemas de convergência.

Para concorrer à vaga, os interessados devem enviar e-mail até 15 de março para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., com a seguinte documentação: carta apresentando interesse; Currículo Vitae resumido, apresentando a formação acadêmica, publicações, e informações que comprovem a sua experiência científica na área do projeto; e nomes e e-mails de duas pessoas como referência.

Continua depois da publicidade

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da Fapesp no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 10% do valor anual da bolsa para atender as despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa. Mais informações no site do CDMF (http://cdmf.org.br/).

CDMF
O CDMF é um dos Cepids apoiados pela Fapesp. Recebe também investimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a partir do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN).

SÃO CARLOS/SP - A Leishmaniose Visceral é uma doença grave que afeta animais e pessoas, sendo causada pelo protozoário do gênero Leishmania sp e transmitida através da picada de um inseto vetor, um flebotomíneo, conhecido como mosquito palha, de nome científico Lutzomyia longipalpis.

É uma das seis doenças endêmicas mais importantes no mundo, dada a sua incidência, alta mortalidade em indivíduos não tratados e crianças desnutridas, e emergente em indivíduos portadores da infecção por HIV (informações contidas no Manual de Vigilância e Controle da Leishmaniose Visceral Americana do Estado de São Paulo, 2006).

De acordo com o programa de controle da Leishmaniose Visceral (LV) do Estado de São Paulo o município de São Carlos está classificado como silencioso (sem transmissão canina ou humana), receptivo (pela presença confirmada da espécie transmissora) e vulnerável (pela proximidade com áreas e/ou rotas de transmissão e/ou importância regional). 

Contudo, até o presente momento, foi detectado somente um exemplar de Lutzomyia longipalpis, em armadilha de isca luminosa (AIL) no distrito de Santa Eudóxia, no ano de 2008, durante atividade de levantamento entomológico realizado pela SUCEN, fato que alterou a classificação municipal quanto a presença do vetor. 

No período de 07 de março a 06 de maio de 2019 o Serviço Regional 6 – SUCEN realizou novamente o levantamento entomológico no município de São Carlos, com o objetivo de atualizar a informação sobre o vetor da LV na área urbana e distrito de Água Vermelha. Foram instaladas dez AIL, em cada uma das sete áreas definidas pela equipe e controle de vetores do município, totalizando 70 armadilhas, e não houve o registro de Lutzomyia longipalpis na área urbana de São Carlos, tanto pelo emprego da metodologia, quanto pela notificação espontânea da população.

Nos últimos 6 meses foram diagnosticados dois cães residentes na área urbana de São Carlos com a doença, e em ambos os casos, não foi possível estabelecer a procedência ou deslocamentos anteriores ao início dos sintomas, pois foram animais doados/adotados, sendo que a Unidade de Controle de Zoonoses e Endemias, ainda investiga estas informações. Nos dois casos, os sintomas tiveram início aproximadamente seis meses após a adoção e ambos animais foram a óbito. 
Portanto, até a presente data, não é possível afirmar que o município de São Carlos possui casos autóctones (de origem local) da LVA.

O mosquito palha é um inseto pequeno, com 2 a 3 milímetros, costuma picar ao entardecer e à noite, e desenvolve-se em locais úmidos e sombreados com acúmulo de matéria orgânica (folhas, frutos, lixo orgânico, galinheiros). 

Apesar de grave, a Leishmaniose Visceral tem tratamento para seres humanos, sendo totalmente gratuito na rede SUS. 

Para animais, existe apenas um medicamento devidamente autorizado e registrado, consistindo em um tratamento muito caro, e ainda não há comprovação científica de que o cão fique livre do parasita.

À menor suspeita de que o cão possa estar doente, deve ser levado ao médico veterinário, pois a LVA causa muito sofrimento aos animais acometidos. Os principais sintomas no cão são: crescimento exagerado das unhas, conjuntivite com secreção, emagrecimento progressivo, queda de pelo, úlceras de pele e outros.

Nos próximos dias, a SUCEN realizará nova pesquisa do vetor na área urbana de São Carlos e apesar de ainda não termos a presença do flebotomíneo confirmada, a primeira medida a ser tomada mediante um caso canino suspeito, é colocar a coleira repelente de inseto no animal.

O exame em cães suspeitos, pode ser realizado de forma gratuita através da Unidade de Controle de Zoonoses, que encaminha o material coletado pelo médico veterinário que identificou o animal doente, ao Laboratório Instituto Adolfo Lutz. 
Informações complementares podem ser obtidas no Controle de Zoonoses através do telefone 3307-7405.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Março 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Comércio e Serviços em Geral