fbpx

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim
 

Levantamento foi feito pela UFSCar, em parceria com universidade inglesa, e acompanhou mais de dois mil idosos

 

SÃO CARLOS/SP - Pesquisa realizada no Departamento de Gerontologia (DGero) e no Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia da UFSCar, em parceria com o Departamento de Epidemiologia e Saúde Pública da University College London (UCL), verificou que o acúmulo de gordura na região abdominal combinado à perda de força muscular reduz a velocidade de caminhada em idosos. Essa condição pode trazer riscos à segurança da mobilidade dessa população em diversas situações e à independência em suas atividades diárias.

O estudo acompanhou, por oito anos, 2.294 indivíduos participantes do English Longitudinal Study of Aging (ELSA), com 60 anos ou mais, que não tinham limitação da mobilidade quando o trabalho começou. A pesquisa foi conduzida pela doutoranda da UFSCar Roberta de Oliveira Máximo, sob orientação de Tiago da Silva Alexandre, docente do DGero, como parte de um projeto Jovem Pesquisador e outro de Doutorado, ambos financiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Tiago Alexandre compartilha que, com o passar dos anos, um cenário comum começa a ser notado pelos idosos: "seu corpo passa por diversas mudanças, a gordura começa a se acumular na região abdominal, seus músculos ficam mais fracos e os passos cada vez mais lentos". O professor explica que, de fato, a gordura segue um padrão de distribuição diferente em idosos. Com o envelhecimento, ocorre uma perda da gordura subcutânea (localizada embaixo da pele) e um acúmulo maior na região abdominal. "Essa região central é mais metabolicamente ativa e tem maior potencial inflamatório, agravando uma situação já em curso, a perda de força muscular relacionada à idade conhecida como dinapenia. Assim, quando a obesidade abdominal e a dinapenia estão presentes ao mesmo tempo, a condição é denominada clinicamente de obesidade abdominal dinapênica, mais prejudicial aos idosos, o que, por sua vez, acelera o declínio da velocidade de caminhada", complementa o orientador do estudo.

Continua depois da publicidade


Levantamento

Os resultados da pesquisa indicaram que os idosos com obesidade abdominal dinapênica tiveram um declínio na velocidade de caminhada de 15 centímetros por segundo nos oito anos de acompanhamento, enquanto aqueles não obesos abdominais e não dinapênicos tiveram um declínio inferior, no mesmo período, de 4,8 centímetros por segundo. "Os 15 centímetros por segundo parecem pouco, mas podem ser capazes, por exemplo, de dificultar o cruzamento de uma rua no tempo determinado por um semáforo, uma vez que a velocidade normal de marcha de um idoso deve ser superior a 80 centímetros por segundo", destaca Tiago Alexandre. "É comum que idosos com lentidão apresentem mais limitações para realizar suas atividades rotineiras e fiquem cada vez mais confinados em casa, devido à insegurança ao transitar por diversos espaços sob o risco de atropelamentos ou quedas", pontua Roberta Máximo. 

Outro ponto importante levantado pelo estudo foi que os idosos apenas dinapênicos ou apenas obesos abdominais não apresentaram um declínio da velocidade de caminhada superior àqueles nem obesos abdominais e nem dinapênicos. "Isso reforça a importância de se identificar idosos obesos abdominais dinapênicos como um grupo que precisa de rápida intervenção dado seu maior risco de ter limitação da mobilidade", reforça Alexandre. No estudo, o diagnóstico de obesidade abdominal dinapênica foi considerado pela circunferência de cintura >102 cm para homens e >88 cm para mulheres e pelo teste de força de preensão manual <26 kg para homens e <16 kg para mulheres.

"Os resultados deixam uma importante recomendação, já que a obesidade abdominal dinapênica é uma condição modificável e que pode ser tratada por meio do treinamento aeróbio e de força muscular para prevenir a limitação da mobilidade em idosos", ressalta Roberta Máximo. A doutoranda também chama atenção para a importância de uma abordagem interdisciplinar no sentido de atuar na prevenção, orientação e supervisão da assistência a esses idosos.

Publicação

Os levantamentos da pesquisa foram publicados na revista Age and Ageing, uma das principais revistas internacionais na área de Geriatria e Gerontologia, no artigo "Dynapenia, abdominal obesity or both: which accelerates the gait speed decline most?", que pode ser acessado no link https://bit.ly/3gy4NYb.
A realização da pesquisa foi aprovada pelo Serviço Nacional de Ética em Pesquisa, do London Multicentre Research Ethics Committee (MREC/01/2/91).

SÃO CARLOS/SP - Atendendo uma solicitação do Coordenador Estadual de Cidades Inteligentes Netto Donato, em conjunto com os vereadores Marquinho Amaral e Rodson Magno do Carmo, o Governo de São Paulo através da Secretária de Desenvolvimento Regional, anunciou na tarde de quarta-feira (23/06), em São Paulo, o investimento de R$ 1 milhão para continuação da modernização da iluminação pública com luzes de LED (light-emitting diode) para São Carlos. Em contrapartida, a prefeitura terá que colocar alguns pontos de internet gratuita.

O anuncio foi feito durante o lançamento do programa Cidades Inteligentes, contou com a presença do governador João Doria, do vice-governador, Rodrigo Garcia e dos Secretários, Marco Vinholi (Desenvolvimento Regional) e Patricia Ellen (Desenvolvimento Econômico).

É um investimento necessário para a continuação da modernização da iluminação pública, que se iniciou com um investimento de R$ 8 milhões feito pela Companhia Paulista de Força (CPFL), a pedido do Prefeito Airton Garcia do Secretário de Serviços Públicos, Mariel Mariel Pozzi Olmo e do Chefe de Gabinete, Carneirinho Pires.

“A prefeitura vai elaborar um projeto para ver quais lugares serão contemplados com esse novo investimento do Estado de São Paulo. Além da economia, teremos a modernização do sistema de iluminação da cidade”, disse Netto Donato.

Essa união entre Município e Estado certamente trará muitos benefícios para a cidade.

Continua depois da publicidade

 
Cidades Inteligentes

A Coordenadoria Estadual, foi anunciada em abril, pelo Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

O programa Cidades Inteligentes, prioriza a governança em função de metas e planos, o trabalho em conjunto entre Estado e municípios e a desburocratização de processos.

Responsável pelos 645 municípios do Estado, São Carlos abrigará essa nova coordenadoria do Governo do Estado.

Graças à atuação do Secretário Marco Vinholi à frente do Desenvolvimento Regional em nosso Estado, com a implementação do Programa Cidades Inteligentes, será possível angariar resultados capazes de aumentar a confiança e transparência no monitoramento de gastos e acompanhamento de seus resultados, com a finalidade de desburocratizar os acessos aos serviços estaduais.

SÃO CARLOS/SP - Após um processo de chamamento público, que envolveu 43 entidades e representantes do poder público, o Conselho Popular do mandato da vereadora Raquel Auxiliadora selecionou 22 projetos para serem contemplados com emenda parlamentar.

Durante o processo de avaliação das solicitações recebidas, as conselheiras e conselheiros do mandato definiram como prioridades na escolha a participação na plenária pública de apresentação dos projetos e compartilhar com os princípios do mandato popular, democrático e participativo. Outro fator avaliado foi a viabilidade de execução do projeto ou serviço durante o período de pandemia, pois a emenda é para este ano, o que exige cuidados e protocolos especiais para não colocar a vida das pessoas em risco.

Para Raquel, discutir cada um dos projetos com os membros do Conselho foi muito importante para legitimar a participação popular. “Nosso conselho é formado por diferentes pessoas, com experiência teórica e prática em diferentes áreas, assim conhecem a realidade da cidade. Além disso, esse modelo em que cada entidade apresenta publicamente seu projeto, fortalece a democracia e incentiva o debate sobre a transparência na destinação dos recursos públicos”, destaca.

Ainda segundo a vereadora, todo o processo foi de muito aprendizado. “Durante a plenária tivemos vários momentos marcantes, apresentação de projetos sociais transformadores e o conhecimento da falta de investimento e precariedade nos serviços públicos. Teve entidades que após ouvir algumas solicitações, desistiram de concorrer, porque entendeu a necessidade e urgência da outra”, explica.

Foram selecionados os seguintes projetos sociais: Associação dos Surdos de São Carlos (Investimento para oferta de serviços de psicólogo bilíngue à comunidade surda); Associação Brasileira de Esportes (Projeto Handebol Futuro); Associação Cultural Estação do Circo (Projeto 1º festival infantil de artes de São Carlos - Edição online); Projeto Mulheres Visuais ( difusão da produção audiovisual de mulheres); Arte com Amor (aulas de artesanato para mulheres); Associação Cultural dos Artesãos e Artistas de São Carlos – UNIART (Projeto Florescendo e Empoderando Mulheres Pretas); Proara (Projeto Social - Cidade Aracy); Círculo de Amigos da Paróquia de Santa Madre Cabrini (Projeto Madre Cabrini - Serviço da Vida); Associação Caliandra (Escola Embaúba); Instituto Janela Aberta (Bambuzal - horta urbana); ADESM (Projeto Mais que Futebol); AMADESol (Espaços sócio-educativos para crianças e adolescentes a fim de recuperar e avançar no ensino fundamental, médio e preparatório para o vestibular); Associação Sãocarlense de Ciclismo (Projeto Despertar do Campeão); Associação de Apoio a pais e autistas (atendimento multidisciplinar para pessoas com TEA - ONG Espaço Azul).

Continua depois da publicidade

Já no setor público receberão emendas: o Centro de Atendimento Psicossocial - CAPS II (Compra de material permanente); Centro de Atendimento Psicossocial - CAPS AD (Oficina de música); Centro de Atendimento Psicossocial - CAPS IJ (Compra de materiais permanentes e de consumo); USF Cidade Aracy - Equipe 2 (Compra de materiais permanentes e de consumo, reforma do espaço físico); Hospital Universitário (Brinquedoteca - O brincar durante a hospitalização); UFSCAR – Depto. Medicina (Aplicativo para saúde mental); Sistema Integrado de Bibliotecas de S. Carlos – SIBI (Clube de Leitura de literatura infantil); Fundação Pró-memória (Projeto Bicentenário de Anita Garibaldi, proposto pela APASC/REENVOLTA).

Neste ano, cada vereador terá o direito a destinar o valor total de R$378 mil do orçamento do município a algum projeto ou setor, desde que cada entidade cumpra com os requisitos necessários para receber o valor. 

SÃO CARLOS/SP - A Vigilância Epidemiológica de São Carlos informa nesta quarta-feira (23/06) duas mortes por COVID-19 no município, totalizando 420 óbitos. Trata-se de uma mulher de 82 anos, internada em hospital privado desde 11/06 e de uma mulher de 65 anos que estava em leito de estabilização da UPA do Santa Felícia desde de terça-feira (22/06).

São Carlos contabiliza neste momento 22.208 casos positivos para COVID-19 (202 resultados positivos foram divulgados hoje), com 420 óbitos confirmados e 129 descartados. 

Dos 22.208 casos positivos, 20.329 pessoas apresentaram síndrome gripal e não foram internadas, 41 óbitos sem internação, 1.838 pessoas precisaram de internação devido a COVID-19, 1.363 receberam alta hospitalar e 379 positivos internados foram a óbito. 21.247 pessoas já se recuperaram totalmente da doença. 39.766 casos suspeitos já foram descartados para o novo coronavírus (163 resultados negativos foram liberados hoje).

Estão internadas neste momento 110 pessoas, sendo 31 adultos na enfermaria. 9 pacientes estão em Unidades de Cuidados Intermediários (UCI - Santa Casa), 3 estão em Unidades de Suporte Ventilatório (USV – HU/UFSCar). No total na UTI adulto estão internadas 63 pessoas, sendo 43 em leitos de UTI/SUS e 20 em leitos de UTI da rede particular. Na enfermaria SUS 3 crianças estão internadas neste momento. 1 criança ocupa vaga de UT/SUS. 6 pacientes de outros municípios estão internados em São Carlos neste momento. A taxa de ocupação dos leitos especiais para COVID-19 de UTI/SUS adulto está em 97,73% (43 adultos estão internados). 

Neste momento o município disponibiliza 44 leitos adulto de UTI/SUS para COVID-19, já que a Santa Casa voltou a operar com 30 leitos adulto para UTI/SUS, 20 leitos de UCI, 6 de UTI infantil e 8 de enfermaria o Hospital Universitário (HU/UFSCar) opera com 14 leitos de UTI/SUS adulto, 6 de Unidade de Suporte Ventilatório (USV) e 15 de enfermaria.

Continua depois da publicidade

UPA – 9 pessoas estão neste momento sendo atendidas em leito de estabilização da UPA do Santa Felícia e do Centro de Triagem. Os pacientes já estão cadastrados e aguardam transferência via CROSS.

NOTIFICAÇÕES – Já passaram pelo sistema de notificação de Síndrome Gripal do município 73.456 pessoas desde o dia 21 de março, sendo que 70.953 pessoas já cumpriram o período de isolamento e 2.503 ainda continuam em isolamento domiciliar.
A Prefeitura de São Carlos está fazendo testes do tipo PCR em pessoas que passam em atendimento nos serviços públicos de saúde com Síndrome Gripal sendo que 48.626 pessoas já realizaram coleta de exames, 33.739 tiveram resultado negativo para COVID-19, 14.662 apresentaram resultado positivo (esses resultados já estão contabilizados no total de casos). 225 aguardam resultado de exame.

SÃO CARLOS/SP - Hoje, 23, uma notícia que nos deixou muito feliz foi a postagem sobre a recuperação do radialista Antônio Carlos Tucura, que está internado já há alguns dias para se tratar do novo coronavírus.

Continua depois da publicidade

“E com a graça de Deus nosso guerreiro venceu uma etapa importante e já está no quarto, saiu da UTI. Sem palavras, somente gratidão a todas orações. Continuem orando por nós e pela plena recuperação do meu pai. Em breve ele estará na ativa se Deus quiser!”, disse a publicação feita pela família nas redes sociais.

 

A Rádio Sanca está orando pela recuperação do colega de profissão.

SÃO CARLOS/SP - O vereador Marquinho Amaral protocolou na Câmara Municipal nesta quarta-feira (23) um requerimento ao prefeito Airton Garcia Ferreira solicitando informações sobre sindicância administrativa instaurada contra Carlos Augusto Colussi, que exerce cargo de confiança na secretaria municipal da Educação, mesmo após ter sido denunciado por possível envolvimento em esquema de “rachadinha” de salário com o seu superior, o então secretário de Planejamento e Gestão, Roberto Paulo Valérios Ignatios, conhecido como Inigo.

Marquinho afirma que os vereadores Dimitri Sian e Elton Carvalho denunciaram o fato, veiculado pela imprensa local “por diversas e reiteradas vezes”.“Colussi foi subordinado a Inigo e, segundo consta, dava parte do seu salário a um íntimo amigo do então secretário de Planejamento”, declara.

Continua depois da publicidade

Acrescenta que, conforme a acusação, mesmo após a saída de Roberto Paulo do cargo de secretário de Planejamento e Gestão do governo Airton Garcia, Colussi  teria mantido a “rachadinha” do salário com o amigo do ex-secretário, “fato denunciado e estampado em um conceituado site da vizinha cidade de Porto Ferreira”.

Marquinho ressalta que o caso chegou ao conhecimento do Ministério Público, da Câmara e da administração municipal, que determinou a instauração de um inquérito administrativo.

“Até o momento não temos conhecimento da decisão  e das conclusões das atitudes ilícitas do senhor Colussi que ainda ocupa, através de  portaria do prefeito Airton Garcia, um importante cargo na secretaria da Educação, que tem um monstruoso e rico orçamento financeiro”, afirma o vereador. “É inadmissível esta Casa de Leis  não ter conhecimento da decisão da sindicância interna da Prefeitura que envolve o senhor Colussi em um possível ato de malandragem, imoralidade e desonestidade”, acrescenta.

O vereador pede esclarecimentos da Prefeitura sobre a atual função de confiança do acusado na administração municipal e solicita envio ao Legislativo de cópia na íntegra do processo administrativo aberto para apurar o caso. Marquinho quer saber qual foi a conclusão do processo e se houve confirmação da “rachadinha”. Indaga também se Carlos Augusto Colussi tem ações na Justiça sobre o assunto e se o governo municipal cumpre a lei municipal da “ficha limpa” mantendo-o no quadro funcional.

Revista Guia apresenta temas de interesse de toda a comunidade como vacinas, resíduos sólidos, Cerrado e água

 

SÃO CARLOS/SP - Já está disponível para acesso livre e gratuito a segunda edição da revista GUIA - Guia Universitário de Informações Ambientais, um projeto de extensão do Departamento de Ciências Ambientais (DCam) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). 

Na segunda edição, a revista apresenta uma diversidade de temas, incluindo Cerrado, meio ambiente do trabalho, vacina, resíduos sólidos e água, com entrevistas e participações especiais. Com periodicidade quadrimensal (a cada quatro meses), a publicação é composta por três áreas de discussões: UFSCar; Ambiente, Sociedade e Desenvolvimento; e Gestão e Análise Ambiental. 

Na seção UFSCar, o segundo volume da publicação aborda as ações extensionistas da Universidade, entre elas, o projeto Trilha da Natureza, além de temas como ecossocialismo e progresso industrial, meio ambiente e meio ambiente do trabalho, até a nova gestão da UFSCar. 

Continua depois da publicidade

Na seção Ambiente, Sociedade e Desenvolvimento, são abordadas a guerra das vacinas bem como a importância delas; o reaparecimento de doenças erradicadas; resíduos sólidos, consumo e pandemia; zoológicos e parques ecológicos; relações simbólicas e culturais na relação dos seres humanos com a água; na estreia da coluna "Que bicho é esse?", o foco são os gambás. 

Na área de Gestão e Análise Ambiental, a revista GUIA apresenta discussões sobre corredores ecológicos, licenciamento ambiental no Brasil, pagamento por serviços ambientais e a lei de Áreas de Proteção e Recuperação dos Mananciais do Município (Aprem) em São Carlos, além do artigo "Para onde vai o resíduo que você gera?".

A revista GUIA é elaborada por uma equipe diversa e transdisciplinar, composta por pessoas que estão na graduação, na pós-graduação e egressas da Universidade. O objetivo é compartilhar informações de qualidade e possibilitar que o conteúdo científico seja acessível para a comunidade em geral. 

As duas edições da GUIA podem ser acessadas em www.revistaguia.ufscar.br. Mais informações podem ser acessadas pelo Instagram (@revistaguiaufscar) ou solicitadas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

SÃO CARLOS/SP - A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara Municipal de São Carlos, instaurada para apurar possíveis irregularidades na gestão da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), agendou para esta semana a realização das oitivas de  servidores da Secretaria Municipal de Saúde. Na quinta-feira (24), será ouvida a diretora do Departamento de Gestão Administrativa e Financeira Izaulina de Lurdes Alves Jacomazi, e na sexta-feira (25) o  chefe de Seção Logística, de Materiais e Medicamentos, José Vítor Basseto.

Continua depois da publicidade

As reuniões estão marcadas para às 9h, na sala das sessões da Câmara Municipal. Devido às restrições impostas pela pandemia de Covid-19, a população não terá acesso ao evento, mas poderá acompanhar ao vivo pela Rede Alesp (Canal 8 da NET), pela Rádio São Carlos (AM 1450) e pelo site, Youtube e Facebook oficiais da Câmara.

A CPI é composta pelos vereadores Marquinho Amaral (presidente), Elton Carvalho (relator), Bruno Zancheta, Dé Alvim e Professora Neusa (membros).

SÃO CARLOS/SP - Um homem foi preso pela Força Tática após tentativa de suicido, isso mesmo você não leu errado, o homem foi preso após tentativa de suicídio, na região Central de São Carlos.

Na noite de ontem, 22, populares avistaram um homem que estaria transtornado, falando besteiras, gritando e querendo se matar (o que nos foi informado). As pessoas com medo acionaram o 190 e o 192 onde imediatamente os Militares e os socorristas do SAMU chegaram ao local. Imobilizado teve os primeiros atendimentos e levado à UPA da Vila Prado.

Continua depois da publicidade

Na UPA, o sujeito disse aos PMs que estava sendo procurado pela justiça e ao consultar via COPOM foi confirmado a veracidade da informação.

Diante dos fatos, após ser medicado o indivíduo foi conduzido ao Plantão Policial e encaminhado ao Centro de Triagem de São Carlos.

Atividade é gratuita e voltada para profissionais, pesquisadores e estudantes da área da Saúde

 

SÃO CARLOS/SP - A unidade de e-Saúde da Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP) do Hospital Universitário da UFSCar (HU-UFSCar/Ebserh) promove, desde maio, eventos online semanais com o tema central "Aprendizagem e novos desafios após um ano de Covid-19". As lives são transmitidas ao vivo, pelo YouTube, abertas ao público, especialmente para profissionais, pesquisadores, estudantes e docentes da área da Saúde. As atividades são gratuitas e não há necessidade de inscrição.

A próxima live será no dia 25 de junho, sexta-feira, das 15 às 16h30, com o tema "Cuidado multiprofissional pós-Covid-19". A abertura será conduzida por Daniela Brassolatti, chefe da Unidade e-Saúde do HU, com mediação de Elaine Gomes da Silva, nutricionista do Hospital. A temática será apresentada por Sigrid de Souza dos Santos, docente do Departamento de Medicina da UFSCar, e Valéria Amorim Di Lorenzo, professora do Departamento de Fisioterapia da Universidade. 

As lives são sempre mediadas de forma a garantir as perspectivas multiprofissionais e interdisciplinares dos temas abordados. Os encontros se configuram como um momento importante para compartilhamento de conhecimentos entre envolvidos no cuidado das pessoas com Covid-19.   

Continua depois da publicidade

Próximos temas

As próximas apresentações abordarão os seguintes temas: "Saúde Mental", no dia 2/7, e "Vacinas e desafios para o futuro", no dia 16/7. As atividades serão sempre às sextas-feiras, à tarde, com transmissão pelo canal do HU no YouTube (youtube.com/huufscar). As lives já realizadas dentro dessa série relacionada à Covid-19 estão disponíveis no mesmo canal.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Junho 2021 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30