fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

SÃO CARLOS/SP - A maioria das paróquias da cidade de São Carlos, voltam a celebrar missas presenciais neste final de semana. O retorno, porém, será com cuidados, como o uso de álcool em gel na entrada, no interior e na saída das igrejas, distanciamento social obrigatório de um metro e meio entre os fiéis e o uso de máscaras pelos fiéis.

Mesmo com a retomada algumas paróquias seguem com as missas pela internet, em especial para os fiéis de grupos de risco, como idosos e doentes, que estão dispensados das celebrações presenciais.

No dia 20 de março, a Justiça de São Paulo atendeu a um pedido do Ministério Público (MP) e proibiu a realização de missas e cultos em todo o estado para evitar a propagação do coronavírus.

Entre em contato com sua paróquia, pois cada igreja tem sua peculiaridade no quesito horário das missas, mas todas as paróquias seguem com rigidez as recomendações da OMS e os protocolos do Plano São Paulo.

SÃO CARLOS/SP - A pandemia da Covid-19 é a responsável, direta, pelo cancelamento da tradicional festa religiosa dedicada a Nossa Senhora Aparecida da Babilônia.

Portanto, este ano teremos alterações na Festividade de Nossa Senhora Aparecida de Babilônia, neste dia 15 de agosto (sábado), feriado em São Carlos, as celebrações eucarísticas serão online para que os devotos possam acompanhar.

CONFIRA:

7h - Pe. Marcos Eduardo Coró

10h - Dom Paulo Cezar Costa

16h - Pe. Marcos Eduardo Coró

As Missas serão transmitidas AO VIVO pelo Facebook do Santuário e pelo Canal da Paróquia no Youtube, através dos links abaixo:

https://www.facebook.com/santuariodababilonia/

https://www.youtube.com/channel/UC9i3fw4n8ijNPUHrtyitEcg

SÃO CARLOS/SP - Na tarde da última sexta-feira de Julho, a Diocese de São Carlos, responsável pela presença da Igreja Católica em 29 municípios da região, publicou uma série de propostas para o retorno da Missa com o povo. Com o objetivo de orientar as comunidades católicas o documento é uma alternativa apresentada para que o seguimento religioso retome uma de suas atividades principais.

A proposta está baseada nas fases do Plano São Paulo. Para cada fase do Plano há orientações diferentes para as missas. A única fase que não está contemplada é a fase azul, segundo a Diocese, pretende-se analisar como será a recepção destas orientações, para deliberar novas propostas de acordo com os processos de flexibilização. As propostas são para as cidades nas quais os decretos municipais não deliberaram sobre o segmento religioso.

"O momento é muito delicado, cada realidade tem exigido uma maneira diferente de ação. O que fizemos foi reunir em um manual algumas orientações que julgamos importantes para assegurar a vida de nossos fiéis que desejam receber o Sacramento da Eucaristia" - explicou padre Robson Caramano, assessor de comunicação e imprensa da Diocese.

Segundo a proposta, a missa com a participação dos fieis é orientada a começar após 28 dias em que o município estiver na fase amarela do Plano São Paulo. Com redução de 30% da capacidade do templo, as orientações preveem desde o cumprimento dos protocolos sanitários até a maneira que os fiéis devem manipular a máscara para receberem a comunhão.

No dia 15 de agosto, feriado municipal, será realizada três missas virtuais para marcar a data religiosa que reúne 20 mil devotos.

 

SÃO CARLOS/SP - A pandemia da Covid-19 é a responsável, direta, pelo cancelamento da tradicional festa religiosa dedicada a Nossa Senhora Aparecida da Babilônia, que iria acontecer no feriado municipal do dia 15 de agosto. Tudo por uma precaução para evitar o aglomeramento de pessoas. Neste dia, às 7h, às 10h e às 16h irão ser realizadas missas online para que os devotos possam acompanhar.

Desde 1866, anualmente, fieis visitam anualmente a imagem da santa, quando foi achada sob uma árvore após um incêndio destruidor na Babilônia. No local, foi construída uma igreja. E há aproximadamente 60 anos ocorre uma festa religiosa para marcar a data.

Simultaneamente, peregrinos caminham ao santuário durante toda a madrugada em uma prova de fé. Durante o dia 15, em uma ampla área, autônomos montam barracas e vendem alimentos e recordações, além de diversos produtos, fazendo com que aproximadamente 20 mil pessoas passem pelo santuário no dia comemorativo.

“Mas estamos atendendo as recomendações as autoridades sanitárias e optamos pela não realização da festa este ano”, disse o religioso. “A prevenção é importante e a orientação é que os fiéis acompanhem as missas online. O santuário não irá receber os peregrinos”, reafirmou.

A não realização da festa, reconhece o padre Marcos é que afeta a questão econômica, uma vez que a festa é uma fonte de renda para o santuário e para autônomos que tinham uma oportunidade de realizar vendas que servem como sustento de suas famílias.

“Mas hoje temos que focar a saúde pública. Será também a perda de um dia de fé, de oração, pelo fato de o Santuário estar fechado. Mas temos que respeitar as autoridades sanitárias”, comentou.

“PEREGRINAR EM CASA”

Padre Marcos informou que o cancelamento da festa será uma oportunidade dos fieis peregrinarem em suas casas, em um exercício espiritual e de orações. É triste não termos um momento de adoração, de lazer, de diversão. Mas mesmo longe do Santuário, podemos viver a fé. Um momento de meditação e qual o significado de irmos à igreja”, ponderou.

2021

Sobre 2021, padre Marcos acredita que tudo volte à normalidade e a festa retorne com muita alegria e fé. “Acredito que iremos ter uma vacina que imunize toda a população e o dia 15 de agosto volte a movimentar o Santuário. A nossa expectativa é a melhor possível. Estamos otimistas”, finalizou o religioso.

 

 

*Por: Sidney Prado

ARARAQUARA/SP - Dom Eduardo Malaspina, Bispo Auxiliar de nossa Diocese de São Carlos assumiu nesta última terça-feira (23) a Paróquia São Bento na cidade de Araraquara.

De forma provisória, tendo em vista a Pandemia do COVID-19 e a dificuldade em provisionar um pároco no momento atual, Dom Eduardo foi nomeado por Dom Paulo Cezar Costa a referida paróquia como Administrador Paroquial.

Vale ressaltar que Dom Eduardo Malaspina segue como Bispo Auxiliar da Diocese de São Carlos.

 

 

*Por Sidney Prado

SÃO CARLOS/SP - Os Arautos do Evangelho de São Carlos farão sua segunda live beneficente no próximo sábado (27). O concerto musical terá como tema o Livro Vermelho de Mont Serrat e contará com canções medievais. Haverá o sorteio de uma imagem de Nossa Senhora, para participar do sorteio clique no link: https://forms.gle/cGRK33psFiy9WNn38 

A Live será transmitida pelo facebook São Carlos Arautos e canal do Youtube Arautos São Carlos.

A missão da Igreja Católica de auxiliar os mais necessitados se faz ainda mais premente em tempos de pandemia. Com efeito, o próprio Jesus ensinou: “Cada vez que o fizestes (um ato de caridade) a um desses meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes” (Mt 25,40).

Seguindo o ensinamento do Divino Mestre, os Arautos do Evangelho junto com várias entidades filantrópicas, estão promovendo uma campanha nacional denominada “Quarentena, fé e caridade”. Ela consiste na arrecadação e distribuição de alimentos e materiais de higiene junto a mais de 800 municípios brasileiros, em coordenação com as secretarias municipais de Assistência Social e as Caritas diocesanas.

SÃO CARLOS/SP - Há muitos anos nesta data 13 de junho, todas as Paróquias de Santo Antônio de Pádua espalhadas pelo mundo inteiro estariam lotadas de fiéis, mas devido a pandemia do Covid-19 a realidade é diferente e com o temor de novas contaminações, a paróquia mudou a programação.

Neste sábado, a Paróquia de Santo Antônio de Pádua na cidade de São Carlos está fazendo as missas online pelo facebook da Paróquia e o tradicional bolo e pãozinho estão sendo distribuídos no sistema Drive-Trhu.

“Vivemos um momento diferente. Temos que nos proteger, então, por favor, não façam aglomerações” reforça o cônego da Paróquia Santo Antônio, Aymoré.

No total foram feitos pelas colaboradoras da comunidade um total de 5.500 pedaços de bolo e até encerramento desta reportagem, praticamente tudo já havia sido vendido.

Cônego Aymoré agradeceu toda comunidade e fiéis de Santo Antônio pela colaboração. “Quero agradecer toda comunidade pelo trabalho realizado a confecção do bolo a separação dos pães e tudo com muito amor que foi feito, lembrando que tudo feito com as recomendações sanitárias, evitando aglomerações e com muita higienização pra quem fez e quem leva o bolo e o pão. Quero agradecer nossos bispos Dom Paulo e Dom Eduardo por estarem presentes e celebrarem as missas online. E agradecer você Ivan Lucas, por fazer parte da comunidade e sempre noticiar ao povo de Deus nossas obras de evangelização” afirmou padre.

A última celebração Eucarística online será celebrada as 19h no facebook da paróquia e pela Rádio Sanca.

MUNDO - O Papa Francisco afirmou que pessoas são mais importantes do que a economia. A afirmação foi feita no momento em que alguns países decidem com que rapidez vão reabrir suas economias após as restrições causadas pelo novo coronavírus.

O papa fez os comentários neste último domingo (31), no Vaticano, a partir de texto preparado, no primeiro discurso do meio-dia de sua janela sobre a Praça de São Pedro em três meses, conforme o isolamento da Itália chega ao fim.

"Curar as pessoas, não poupar (dinheiro) para ajudar a economia, (é importante) curar as pessoas, que são mais importantes do que a economia", disse. Nós, pessoas, somos templos do espírito santo, a economia não", completou.

O Papa Francisco não mencionou nenhum país. Muitos governos estão decidindo se reabrem suas economias para salvar empresas e padrões de vida, ou se mantêm o lockdown até que tenham certeza que o vírus está sob controle.

As palavras do papa foram recebidas com aplausos de centenas de pessoas na praça, muitas usando máscaras e mantendo vários metros de distância umas das outras.

A praça foi reaberta ao público no domingo (24). Normalmente dezenas de milhares de pessoas comparecem ao local aos domingos.

 

 

*Por: Philip Pullella - da Agência Reuters

SÃO PAULO/SP - O pastor Romildo Ribeiro Soares, mais conhecido como R. R. Soares, tem anunciado aos fiéis uma água “consagrada” por ele em ritual para curar o novo coronavírus. Durante o programa “SOS da Fé”, o pastor fala das propriedades “milagrosas” de uma oração feita por ele somada à ingestão do copo de água consagrada, enquanto pede doações aos fiéis. As informações são do Uol.

Para comprovar a eficácia da “água consagrada”, R. R. Soares criou um placar no qual mostra os curados por sua oração. Em um dos vídeos sobre o produto, as assistentes do programa reproduzem relatos de supostos curados pela oração, mostrando pessoas de diferentes locais do país que adquiriram a água abençoada por R.R. Soares.

De acordo com o Ministério Público Federal, a promotoria vai investigar o caso e pedir para tirar os vídeos do ar, que estão nos canais da igreja nas redes sociais. Os procuradores também podem acusar Soares de estelionato e prática de charlatanismo, entre outras contravenções.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), ainda não existe nenhuma cura ou vacina que proteja ou cure as pessoas do coronavírus.

 

 

*Por: ISTOÉ

SÃO CARLOS/SP - Hoje (22), é dia de Santa Rita de Cássia a “Santa dos Impossíveis”, porém devido a pandemia a tradicional missa presencial dos fiéis não será possível.

Pensando nisso, o padre José Edmilson, da Paróquia São José, em São Carlos realiza hoje às 16h, uma celebração online pelo facebook e no You Tube da paróquia.

Para você participar basta clicar no link abaixo que você estará as páginas da paróquia, aí é só procurar a transmissão ao vivo às 16h. Haverá a benção virtual das rosas. Não Perca!

LINK:PÁGINA PARÓQUIA SÃO JOSÉ 

SANTA RITA DE CÁSSIA

Nasceu na Itália, em Cássia, no ano de 1381. Seu grande desejo era consagrar-se à vida religiosa. Mas, segundo os costumes de seu tempo, ela foi entregue em matrimônio para Paulo Ferdinando.

Tiveram dois filhos, e ela buscou educá-los na fé e no amor. Porém, eles foram influenciados pelo pai que, antes de se casar, se apresentava com uma boa índole mas depois se mostrou fanfarrão, traidor, entregue aos vícios, e seus filhos o acompanharam.

Rita, então, chorava, orava, intercedia e sempre dava bom exemplo a eles. E passou por um grande sofrimento ao ter o marido assassinado e, depois, ao descobrir que os dois filhos pensavam em vingar a morte do pai. Com um amor heroico por suas almas, ela suplicou a Deus que os levasse antes que cometessem esse grave pecado. Pouco tempo mais tarde, os dois rapazes morreram depois de preparar-se para o encontro com Deus.

Sem o marido e filhos, Santa Rita entregou-se à oração, penitência e obras de caridade e tentou ser admitida no Convento Agostiniano em Cássia, fato que foi recusado no início. No entanto, ela não desistiu e manteve-se em oração, pedindo a intercessão de seus três santos patronos – São João Batista, Santo Agostinho e São Nicolas de Tolentino – e milagrosamente foi aceita no convento. Isso aconteceu por volta de 1441.

Seu refúgio era Jesus Cristo. A santa de hoje viveu os impossíveis de sua vida se refugiando no Senhor. Rita quis ser religiosa. Já era uma esposa santa, tornou-se uma viúva santa e depois uma religiosa exemplar. Ela recebeu um estigma na testa, que a fez sofrer muito devido à humilhação que sentia, pois cheirava mal e incomodava os outros. Por isso teve que viver resguardada.

Morreu com 76 anos, após uma dura enfermidade que a fez padecer por 4 anos. Hoje ela intercede pelos impossíveis de nossa vida, pois é conhecida como a “Santa dos Impossíveis”.

 

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30