fbpx

Realizar Acesso

Usuário *
Senha *
Lembrar
 

MATÃO/SP - Em parceria com a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), a AB Triângulo do Sol está apoiando a campanha Setembro Verde, iniciativa que ressalta a importância de doar órgãos e avisar a família quando se escolhe ser um doador. Durante este mês, os letreiros eletrônicos da concessionária exibem a mensagem “Doe órgãos, salve vidas. Avise sua família”, com o intuito de despertar o interesse dos usuários das rodovias para o tema.

Avisar os familiares sobre a intenção de ser um doador de órgão é essencial, já que no Brasil não há necessidade de documentar essa condição. Podem ser doados órgãos como rins, coração, pulmões, fígado, pâncreas e também tecidos, como ossos, tendões, pele, córneas e válvulas cardíacas. Um único doador pode salvar várias vidas. De acordo com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), atualmente, cerca de 40% das famílias se recusam a doar os órgãos de parentes, já que não foram comunicadas sobre a intenção anteriormente.

Para mais informações sobre doação de órgãos, acesse:  

http://www.abto.org.br/abtov03/Upload/file/Noticias/voce_quer_ser_doador_orgaos.pdf 

 

Sobre o Setembro Verde

O Dia Nacional de Doação de Órgãos é celebrado em 27 de setembro, por isso, o mês foi escolhido para incentivar e conscientizar sobre a importante atitude. A cor verde foi eleita como a melhor para ilustrar a causa, pois representa a área da saúde e simboliza também a esperança e a liberdade. 

 

AB Triângulo do Sol I Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo

A concessionária AB Triângulo do Sol é responsável pela administração de 442 quilômetros de rodovias que compreendem o Lote 9 do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo: Rodovia Washington Luís (SP-310), entre São Carlos e Mirassol; Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326), de Matão a Bebedouro; e Rodovia Carlos Tonanni / Nemésio Cadetti / Laurentino Mascari / Dr. Mario Gentil (SP-333), entre Sertãozinho e Borborema.

Os novos equipamentos estão sendo usados na ALA COVID e reforçam a proteção dos pacientes e profissionais de saúde 

 

SÃO CARLOS/SP - A Santa Casa recebeu a doação de 18 tendas para contenção de aerossóis. Os equipamentos foram confeccionados por um grupo formado por integrantes da Mesa Administrativa da Santa Casa, empresários, voluntários, com apoio do Lions Clima.

A tenda é feita de uma armação de canos de PVC, coberta com plástico. Em uma das laterais, existe um zíper, que permite uma abertura através da qual a equipe de assistência pode realizar procedimentos com o paciente. Na outra lateral, foi instalado um sistema com ventoinhas e um filtro antiviral e antibacteriano para permitir a circulação do ar com o exterior com mais segurança e para dispersar o gás carbônico do interior, mantendo um maior nível de oxigenação.

“Esse equipamento foi idealizado por uma empresa de Manaus, que disponibilizou o projeto na internet. Quando vi essa tenda, enxerguei nela a oportunidade de usá-la na Santa Casa, adaptando às condições que o hospital exige. O objetivo foi de reforçar a proteção dos nossos profissionais, para que não se contaminem durante os cuidados com os pacientes com COVID”, explica o professor aposentado da UFSCar, coordenador da Engenharia de Computação da UNICEP e também tesoureiro da Santa Casa, Luis Carlos Trevelin.

As 18 tendas estão sendo usadas na ALA COVID da Santa Casa. Uma proteção a mais para pacientes e profissionais de saúde do hospital. Segundo a Coordenadora de Enfermagem das UTIs da Santa Casa, Tatiana Zanqueta Rodrigues, quando conversamos, respiramos, tossimos e espirramos, criamos no ambiente uma suspensão de partículas de vários tamanhos e as pessoas contaminadas com a COVID-19, emitem essas partículas contendo o vírus. A tenda evita justamente a propagação de particulas infectadas. “Um paciente, quando é intubado ou quando esse respirador é retirado dele, também libera os aerossóis contaminados para o quarto todo. A tenda consegue conter essas partículas dentro dela, evitando a disseminação do vírus por todo o ambiente. Ou seja, é uma proteção a mais, fora o isolamento do paciente e os EPIs usados pelos profissionais de saúde”.

O gerente médico da Santa Casa, Roberto Muniz Júnior, reforça que o equipamento é uma medida prática, barata e eficaz e é um diferencial importante no atendimento da Santa Casa. “A tenda aumenta a segurança do atendimento do paciente com suspeita ou com infecção confirmada pelo Coronavírus de forma exponencial. Facilita o trabalho do fisioterapeuta e do enfermeiro e faz com que a taxa de infecção desses profissionais que estão trabalhando caia praticamente a zero. A tenda permitiu também que a gente fizesse procedimentos de fisioterapia que antes não eram possíveis. E com isso, a gente consegue dar um cuidado ainda maior para o paciente e isso diminui muito a necessidade de intubação. E claro, isso também diminuiu o risco de mortalidade”.

O projeto demorou dois meses para sair do papel. E o custo de cada tenda foi, em média, de R$ 230.  E a iniciativa contou com o apoio de várias empresas como a R&L Maletas Técnicas, a WRG e a Criativa Laser; além da colaboração de muitos voluntários, como Carlos Atanazzio, e o apoio do Lions Clima. “Foram se agregando pessoas, empresas e se montou uma força-tarefa para conseguir montar esse equipamento. Acho que valeu a pena, porque envolveu uma série de pessoas, com um custo relativamente baixo e que trouxe uma garantia a mais para a saúde dos pacientes e dos profissionais de saúde”, afirma tesoureiro do Lions Clima, Rymer Tullio.

A AMDOCS, empresa israelense de softwares para telecomunicações, financiou boa parte da confecção de todas as tendas. “A Amdocs atua em vários países do mundo e incentiva o trabalho voluntário em todos eles. Nós, do centro de desenvolvimento de São Carlos, recebemos a aprovação imediata para financiamento das tendas assim que apresentamos o projeto devido à importancia das mesmas para a comunidade diante da pandemia. É muito gratificante poder ajudar quem está nos ajudando”, explica o funcionário e também voluntário da AMDOCS, Felicio de Riggi Junior.

Agora, a missão do grupo é confeccionar outros equipamentos para dar suporte no atendimento. “O próximo passo do grupo é reformular o projeto para confeccionar tendas que sejam usadas nas macas de transporte dos pacientes, para quando eles precisam ser levados para outras áreas do hospital para exames e outros procedimentos. E essas adaptações vão ser feitas com base nas observações do Corpo Clínico do hospital”, relata o secretário da Mesa Administrativa da Santa Casa, Silvio Coelho.

SÃO CARLOS/SP - Uma vendedora entrou em contato com a Rádio Sanca para pedir ajuda a um casal moradores no Bairro Planalto Verde, que precisam amamentar o filho de 4 meses que recusou o leite materno.

O Pai Lucas e a mãe Rafaela, perderam seus respectivos empregos devido a pandemia, ambos trabalhavam no comércio central de São Carlos. “Nós temos 5 filhos e o bebê rejeitou o peito da mãe, e agora está tomando o leite Aptamil Premium fase 1, porém sem emprego não temos condições de comprar a lata que custa cerca de R$ 45,00” afirmou o pai.

O casal estava próximo a uma drogaria na Avenida Dr. Carlos Botelho, pedindo ajuda aos clientes da drogaria. Caso alguém se sinta tocado em ajudar o casal com o leite ou com alimentos para família, entre em contato no telefone (16) 99387-5414 ou (16) 99319-8253 falar com Lucas ou Rafaela.

Toda doação será bem-vinda. 

A quantidade disponível de bolsas de sangue deve durar até a próxima semana

 

SÃO CARLOS/SP - O Banco de Sangue da Santa Casa precisa com urgência de doadores de todos os tipos sanguíneos, principalmente de O positivo e A positivo. Mesmo com a pandemia, em média, passavam pelo Banco de Sangue 30 doadores por dia. Com essa quantidade, os estoques estavam se mantendo estáveis.

Mas nas últimas duas semanas, as doações diminuíram 50% e o número de voluntários caiu para 12 por dia. E, muitos doadores que agendaram horário, não compareceram ao local para realizar a doação.

A quantidade disponível de bolsas de sangue no estoque deve durar até a próxima semana, o que é muito preocupante, já que o Banco de Sangue atende todas as demandas de cirurgias e emergências da Santa Casa. Além disso, o Banco de Sangue dá suporte também para o Hospital Universitário e hospitais da região que necessitam de ajuda. 

De acordo com a Coordenadora do Banco de Sangue da Santa Casa, Ariane Iazorli, as doações diminuíram e as demandas de transfusão de sangue aumentaram. Além disso, os doadores não estão procurando o Banco de Sangue para fazer os agendamentos. “Nós ligamos para os doadores, muitos não atendem ou falam que não é possível doar no momento. O frio também afastou as pessoas que costumavam fazer as doações. Outra dificuldade tem sido os doadores que agendam horários e não comparecem no dia para doar e isso atrapalha, pois contamos com aquela doação e o horário está reservado para a pessoa. Nossa preocupação também é em garantir plaquetas para as próximas semanas. Elas são essenciais nas cirurgias cardíacas. Contamos com o apoio e mobilização da população para abastecermos os estoques”, explica a coordenadora.

Devido à pandemia da COVID-19, o Banco de Sangue tem seguido as regras da Associação Brasileira de Hematologia. É obrigatório o uso de máscara de proteção facial. Foi proibida a entrada de acompanhantes. Pra facilitar, as doações estão sendo agendadas pelo WhatsApp ou pelo telefone fixo para evitar aglomerações. Sendo assim, é possível garantir a proteção de todos os doadores e profissionais.

Vale ressaltar que para ser doador, é preciso ter entre 18 e 69 anos, ter mais de 50 Kg e estar em boas condições de saúde. O voluntário também não pode fumar uma hora antes da doação e nem ingerir bebida alcoólica 24 horas antes. E é preciso apresentar um documento oficial com foto.  

 

SERVIÇO:

BANCO DE SANGUE DA SANTA CASA

AGENDAMENTO DE DOAÇÕES:

(16) 99104-6748 (WhatsApp) e (16) 3509-1230 (fixo)

De segunda a sexta-feira, das 8h às 15h

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:

Segunda a sexta-feira – 8h às 12 horas

Sábados – 8h às 11 horas

MATÃO/SP - Com a entrega de 615 cobertores a 18 Fundos Sociais de Solidariedade (lista abaixo), a AB Triângulo do Sol marcou a sua participação na Campanha Inverno Solidário, promovida pelo Fundo Social de São Paulo e apoiada pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). Neste ano, devido ao risco de contaminação pelo novo coronavírus, a campanha ficou restrita a cobertores novos. 

Uma parte dos agasalhos foi obtida a partir da reciclagem de uniformes em desuso. Nesta iniciativa específica, 280 quilos de tecido viraram 340 cobertores. O restante foi proveniente de uma ação interna, que arrecadou recursos financeiros entre os colaboradores da empresa para aquisição de 275 cobertores. As doações foram concluídas na última quinta-feira, 20.

De acordo com a presidente do Fundo Social de Araraquara, Cidinha Silva, os cobertores serão destinados a pessoas em situação de vulnerabilidade econômica, que enfrentam mais dificuldades durante o inverno. “Com a chegada de mais uma frente fria, esta nova doação veio no momento certo. Por isso, muito obrigada à Triângulo do Sol pela parceria”, agradece.

O público-alvo das doações realizadas pela concessionária é a população carente atendida por entidades assistenciais cadastradas nos Fundos Sociais de Solidariedade.

 

Municípios atendidos em 2020

  • Araraquara
  • Barrinha
  • Cândido Rodrigues
  • Catanduva
  • Catiguá
  • Dobrada
  • Fernando Prestes/Agulha
  • Guariba
  • Ibaté
  • Itápolis
  • Jaboticabal
  • Matão
  • Santa Adélia
  • Santa Ernestina
  • São Carlos
  • Taiúva
  • Taquaritinga
  • Uchôa

 

AB Triângulo do Sol I Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo

A concessionária AB Triângulo do Sol é responsável pela administração de 442 quilômetros de rodovias que compreendem o Lote 9 do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo: Rodovia Washington Luís (SP-310), entre São Carlos e Mirassol; Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326), de Matão a Bebedouro; e Rodovia Carlos Tonanni / Nemésio Cadetti / Laurentino Mascari / Dr. Mario Gentil (SP-333), entre Sertãozinho e Borborema.

Os recursos para a compra dos equipamentos vieram da live organizada pela igreja em prol do hospital

 

SÃO CARLOS/SP - O Provedor da Santa Casa, Antônio Valério Morillas Júnior, recebeu o Pároco da igreja Nossa Senhora de Fátima, padre Jonas Rafael da Silva, para a entrega de uma cadeira de exames para Otorrinolaringologista e cinco instrumentais para a realização de cirurgias de catarata. A visita também foi acompanhada pela Assessora de Relacionamento Médico da Santa Casa, Vanessa Crempe, pelo coordenador do Serviço de Médico de Urgência, Paulo Sóla, e pela Secretária da Provedoria, Nira Oliveira.

A Paróquia Nossa Senhora de Fátima conseguiu adquirir os equipamentos por meio da Live Solidária realizada no dia 18 de julho. O show virtual contou com artistas de renome em São Carlos: a Banda Doce Veneno e as duplas João Carlos e Bruno e Pedro Vitor e Mariana.

“Em função da pandemia, todas as atenções estão voltadas à COVID-19, mas também temos outros casos de saúde bastante preocupantes e que precisam de um suporte. Por essa razão, surgiu a proposta de fazer algo para ajudar o hospital em outras áreas. Nos apresentaram quais eram as necessidades emergenciais no momento e, dentro das nossas condições e apoio de toda a comunidade, conseguimos esse recurso. Fizemos essa doação com muito carinho e como um gesto concreto de amor ao próximo”, explica Padre Jonas.

A nova cadeira de exames será usada no Ambulatório de Especialidades do SUS. De acordo com o médico cirurgião e coordenador do Serviço Médico de Urgência da Santa Casa, Paulo Sóla, a doação vai ajudar a oferecer uma melhor assistência aos pacientes “O material doado melhora a estrutura do Pronto Socorro da Santa Casa, e possibilita a equipe médica trabalhar com qualidade. Além disso, é possível oferecer mais dignidade e ótimas condições de atendimento aos pacientes que necessitam de avaliação urgente do especialista”, afirma.

O Provedor da Santa Casa, Antônio Valério Morillas Júnior, agradece o gesto da Paróquia e ressalta a importância dessa doação para o hospital. “É muito importante ver a mobilização da sociedade em prol da Santa Casa, para nos ajudar a suprir todas as necessidades. E o Padre Jonas, juntamente com os membros da Paróquia, tem sido um grande parceiro. Esses equipamentos vão beneficiar os pacientes e também facilitar o trabalho dos profissionais. Meus agradecimentos também aos artistas da cidade que participaram da Live a Banda Doce Veneno, a dupla João Carlos e Bruno e Pedro Vitor a Mariana. Muito obrigado por abraçarem essa causa em prol do hospital”, comenta.

Representantes de empresa entregaram mesas para alimentação no leito e cadeira de rodas para banho que serão destinadas à Pediatria

 

JAÚ/SP - O Hospital Amaral Carvalho (HAC) recebeu no último dia 21 de agosto, a visita de representantes da loja Construmarques, de Jaú, para entrega de itens adquiridos pela campanha Natal do Bem, realizada pela empresa desde 2014. A ação destina parte do valor arrecadado com a venda de produtos durante o mês de dezembro para compra de artigos de necessidade da Pediatria do HAC. Foram doadas 15 mesas para alimentação no leito e uma cadeira de rodas para banho, com base no valor arrecadado em 2019.

Após a entrega, um dos proprietários da loja, Miro Marques, o coordenador de ações instituições da empresa e voluntário do HAC, Rogério Fabre, e o publicitário Lourival Machado Junior participaram de reunião com o diretor de Apoio Social do HAC, Eduardo Piragino, e reforçaram a importância da campanha. "Já realizamos esta ação há bastante tempo porque acreditamos na credibilidade e no trabalho do hospital. Sabemos que há necessidades e nos sentimos felizes em poder ajudar e participar da vida das pessoas dessa forma", comenta Marques.

O proprietário ressaltou ainda a importância de campanhas solidárias, principalmente nesse momento de pandemia. "Temos visto muitas empresas ajudando unidades de saúde. Espero que fique essa lição, que é possível ajudar, mesmo em um cenário melhor", acrescenta.

Na ocasião, o diretor de Apoio Social destacou que todo apoio é sempre bem-vindo. "Somos a Instituição que mais trata a população paulista. Atendemos cerca de 27% dos moradores do Estado de São Paulo. No entanto, temos um déficit operacional. Então, precisamos da ajuda de parceiros, seja com doações ou trabalhos voluntários, para dar continuidade aos atendimentos com excelência."

A campanha já entregou ao HAC itens como aquecedores elétricos para quartos, controles remotos para TV, balança portátil, um refrigerador de 400 litros e uma casinha de brinquedos para área de convivência da Pediatria. "Trabalho muito tempo com atendimento ao público, sei da importância de um bom atendimento como é prestado aqui. Ao longo dos anos, pude acompanhar o crescimento do hospital e me sinto grato em poder ajudar", conclui Miro Marques.

Os equipamentos foram desenvolvidos por empresa de São Carlos com tecnologia 100% nacional

 

SÃO CARLOS/SP - A Santa Casa recebeu, nesta sexta-feira (21/8), a doação de cinco respiradores produzidos pela Hortron, empresa de São Carlos, que trabalha com software e hardware para área médica.

Os ventiladores pulmonares foram desenvolvidos pela empresa com tecnologia 100% nacional e com a maior parte dos componentes produzida em São Carlos. “Nós trabalhávamos com tecnologia voltada à produção de equipamentos para videocirurgias de ombro, joelho e quadril. Com a suspensão das cirurgias eletivas, resolvemos usar o nosso know how em desenvolvimento de tecnologia e conseguimos, em 3 meses, criar um equipamento de UTI certificado pela Anvisa”, explica o diretor da Hortron, Fernando Nogueira.

O respirador desenvolvido pela empresa ficou em terceiro lugar nos projetos avaliados em um edital do governo federal. “Mais de 500 empresas de todo o Brasil se cadastraram para participar desse edital feito recentemente para produtos relacionados ao COVID. Num dos itens desse edital, a proposta era desenvolver projetos para desenvolvimento de produtos de ventilação pulmonar que fossem 100% nacionais. E no meio de tantas propostas, ficamos em terceiro lugar”, comenta o diretor da Hortron.

A empresa doou 1 dos 5 ventiladores pulmonares. “Nós temos que agradecer a cidade de São Carlos. Eu me formei em engenharia eletrônica aqui. A nossa empresa é daqui. Tudo que conquistamos vem da cidade e os nossos colaboradores também são de São Carlos. Então, nada mais justo do que, num momento delicados desses, podermos retribuir”.

Os outros 4 respiradores foram adquiridos pela MRV da própria Hortron e doados para Santa Casa, numa contrapartida para aprovação de empreendimentos da Construtora. A mediação foi feita pelo secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, João Muller. “A MRV e eu estávamos tratando de aprovações de alguns empreendimentos deles. Como a construtora teve, recentemente, 43 casos de COVID-19 numa obra deles, mostrei para eles o quanto seria importante ajudar a Santa Casa. E, aliado a isso, valorizar um produto nosso, de São Carlos”, explica o secretário.   

O infectologista e diretor técnico da Santa Casa, Vitor Marim, explica que “desde o início da pandemia da COVID-19, a Santa Casa teve uma dificuldade muito grande para adquirir esses equipamentos. Nós tivemos apoio do Estado, mas que ainda foi insuficiente. Então, a Hortron rapidamente conseguiu desenvolver um ventilador mecânico de ótima qualidade, testado e com apoio da nossa equipe técnica no desenvolvimento. A doação desses ventiladores mecânicos vai ser extremamente importante para o nosso dia-a-dia nas UTIs”.

O provedor da Santa Casa, Antonio Valério Morillas Júnior, também reforça que o equipamento é “um dos melhores ventiladores pulmonares que temos no hospital e esses equipamentos vão contribuir com o atendimento feito na Santa Casa. Nos orgulha muito poder usar um respirador produzido em uma empresa de São Carlos e com essa qualidade. Nossos agradecimentos ao Secretário João Muller e à Hortron”.

São Carlos/SP  – A Eixos SP Concessionária de Rodovias fez a doação de 140 cobertores novos nesta terça-feira, dia 18, para o Fundo Social de Solidariedade de São Carlos.  A ação, que também tem apoio da Artesp – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, integra a Campanha do Agasalho Inverno Solidário 2020 do Governo do Estado de São Paulo, que tem como objetivo arrecadar cobertores novos.

“Sabemos do nosso papel junto à sociedade que, nesse período de inverno e de pandemia, necessita de toda a colaboração principalmente no apoio às famílias carentes. E nosso objetivo é exatamente este: apoiar as causas sociais e promover o bem-estar das comunidades localizadas ao longo das rodovias administradas pela Eixo SP”, disse o diretor-presidente da concessionária, Sergio Santillan.

Parte dessa doação será destinada ainda à entidades assistenciais  cadastradas no Fundo Social de Solidariedade de São Carlos, como explicou a presidente do Fundo Social de Solidariedade de São Carlos, Lucinha Garcia: "Com as doações da Eixo SP vamos atender todas as demandas das entidades  com o repasse de cobertores, principalmente nesse momento em que está previsto a entrada de uma frente fria no estado. Agradeço e reforço que o nosso trabalho também depende da colaboração das empresas da nossa cidade".

Sobre a Eixo SP

A Eixo SP Concessionária de Rodovias administra o lote Pipa (Piracicaba-Panorama), malha com mais de 1.273 km de estradas que passam por 62 municípios da região de Rio Claro, no centro do Estado, até Panorama, no extremo oeste, na divisa com o Mato Grosso do Sul. O maior contrato sob supervisão da Artesp – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, terá investimentos na ordem de R$ 14 bilhões em obras de ampliação, conservação, além da modernização de serviços ao usuário. Mais informações acesse: www.eixosp.com.br

SÃO CARLOS/SP - A Guarda Municipal de São Carlos recebeu nesta quinta-feira (13/08), por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), 6.468 máscaras faciais descartáveis, 6.500 pares de luvas descartáveis e 259 fracos de 500 ml cada com álcool em gel.

De acordo com o secretário de Segurança Pública e Defesa Social de São Carlos, Samir Gardini, os insumos de proteção individual foram enviados para as pastas de segurança pública dos estados.

“Como temos um convênio firmado com o Ministério da Justiça e temos uma GM regularizada, o nosso município foi relacionado para receber esse material. Apesar da Prefeitura também já ter repassado para os agentes as EPI’s, essa doação nos ajuda a manter os protocolos sanitários exigidos em virtude da disseminação da COVID-19”, relata Gardini.

Nosso Facebook

Calendário de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30